Olá Malkon,

Fui ler a discussão que rolou no grupo do Debian no telegram e lamento bastante 
que tenha chegado a aquele ponto.
Sou um dos administradores do grupo mas ontem não estava acompanhando as 
conversas para intervir naquele momento.

Em um ambiente tão heterogêneo quanto o grupo no telegram é difícil pedir bom 
senso das pessoas, mas temos que intervir para que o ambiente seja acolhedor e 
saudável.
Como administrador do grupo já bani várias pessoas que estavam atrapalhando e 
prejudicando o andamento das conversas. De qualquer forma, você não deve levar 
em consideração que a opinião de alguns é a opinião do projeto Debian, mesmo 
que essas pessoas sejam DD ou DM. Já vi em listas oficiais do Debian DDs dando 
opiniões imbecis ou tratando mal outras pessoas, então não é porque o Debian 
tem um código de conduta que todas as pessoas envolvidas são amáveis e 
coerentes. Ao longo do processo de contribuição com certeza você verá mais 
pessoas agindo de forma equivocada.

Mas enquanto de um lado existem pessoas assim, de outro lado existem pessoas 
que são acolhedoras e que procuram ajudar de todas as formas, das maneiras mais 
solícitas possível. Por isso minha sugestão é que por causa da atitude de 
algumas pessoas lá no grupo do telegram você não deveria deixar de participar 
aqui do grupo de tradução.

E eu mesmo não estou imune a isso, com certeza já falei muitas bobagens para 
outras pessoas, e levei puxão de orelha por isso. Trabalhar em grupo requer 
paciência de todos os lados e pessoas que em algum momento chamem a atenção de 
quem está passando dos limites.

O seu pensamento em desistir de ajudar o Debian é compreesível e vários de nós 
passamos por isso em algum momento quando encontramos pessoas que nos 
desestimulam. Sábado passado aconteceu comigo em relação a organização da 
MiniDebConf. Mas pensei que minhas contribuições devem superar esses obstáculos 
porque sei que a maioria das pessoas são boas e vão me ajudar, e vou ajudar 
outras pessoas. E mesmo quando aparece alguém que coloca as dificuldades, as 
vezes isso acontece de forma inconsciente e essa mesma pessoa no futuro irá me 
ajudar, e vice-versa.

Enfim, não desista do Debian :-)

Abraços,

----- Mensagem original -----
> De: "Malkon Faria" <malkon....@gmail.com>
> Para: "debian-l10n-portuguese" <debian-l10n-portuguese@lists.debian.org>
> Enviadas: Segunda-feira, 12 de março de 2018 11:29:41
> Assunto: Saindo da comunidade - grupo tradução

> Bom dia,
> 
> venho através deste e-mail, por consideração a certas pessoas coerentes com
> a filosofia e ética do projeto Debian, explicar que estou me desligando do
> grupo de tradução pq fui humilhado e virei motivo de chacota, zombaria, por
> membros do projeto Debian(n vou citar nomes por motivo de ética, mas as
> conversas estão nos histórico dos grupos de GNU e Debian no Telegram) em
> grupos do Telegram. Me chamaram de maluco, moleque,  fizeram piada com meu
> inglês, me censuraram e por isso n me sinto mais a vontade para participar
> dessa comunidade, que pensei ser guiadas por esses princípios
> https://www.debian.org/code_of_conduct. Bem, vou procurar outra comunidade
> onde possa me sentir mais a vontade e n ser objeto de bullying ou zombaria
> de terceiros, até pq sou asperger e já sofri muito c isso, por isso tenho
> tolerência zero com ad hominem em discussões, isso traz dolorosas
> lembranças da minha infância. Vou solicitar minha saída da lista enviando o
> e-mail. Demais acessos que tinha acho que vão ser cancelados
> automaticamente,né? Qualquer procedimento que eu tenha que fazer, fora esse
> de sair da lista, sintam-se a vontade p me avisar por este e-mail.
> Obrigado a tod@s!


-- 
Paulo Henrique de Lima Santana (phls)
Curitiba - Brasil
Membro da Comunidade Curitiba Livre
Site: http://www.phls.com.br
GNU/Linux user: 228719  GPG ID: 0443C450

Apoie a campanha pela igualdade de gênero #HeForShe (#ElesPorElas)  
http://www.heforshe.org/pt

Responder a