Marco Antônio Faria Botelho wrote:
Boa tarde pessoal!

Pretendo utilizar o qpopper para o servico de pop3, vou utilizar o ports para sua instalacão, tem como passar parâmetros através deste tipo de instalacão?

Boa tarde Marco Antonio.

Quando voce der "make" ou "make qq coisa valida" dentro do diretorio do Port voce vera uma serie de opcoes (comencando com WITH_, WITH_ALGUMA_COISA, WITH_OUTRA_COISA) que o Port em questao ja esta preparado para lhe dar em momento de compilacao. Mesmo que nenhuma destas opcoes seja a que voce quer, note que eh curioso paginar o Makefile do Port em questao e ler seu conteudo, voce vai notar que para cada WITH_ALGUMA_COISA que modificar parametros de configuracao, havera no Makefile (apos um if defined) algo parecido com

CONFIGURE_ARGS+="--alguma-coisa=valor"

Ou seja concatenando as configuracoes padrao com as configuracoes que voce escolheu em tempo de compilacao.

Como cada port nao passa de rotinas para o make(1) basta fazer uso do Makefile ou definir as opcoes em tempo de compilacao como argumento para o proprio make(1). Por exemplo:

# cd /usr/ports/mail/qpopper/
# make CONFIGURE_ARGS+="--outro-arg=valor --mais-um-arg=valor" install

Dessa forma voce concatena (+=) os seus argumentos de configuracao que o Ports usara (CONFIGURE_ARGS) com os ja existentes. Mas isso e' na teoria, eu nao testei aqui =) Em todo caso se voce simplesmente adicionar essa linha ao final do Makefile ja funcionara com certeza. Mas voce pode fazer de forma mais limpa ainda, caso prefira/necessite.

Veja para o Port que voce quer trabalhar as opcoes que o Port ja passa por padrao, para o qpopper por exemplo, sao:

# grep -A 3 CONFIGURE_ARGS= Makefile
CONFIGURE_ARGS= --enable-nonauth-file=${POPUSERS_FILE} \
                --without-gdbm \
                --enable-keep-temp-drop

Entao voce tem duas opcoes simples:

1 - Editar o Makefile e colocar no CONFIGURE_ARGS original:

CONFIGURE_ARGS= --enable-nonauth-file=${POPUSERS_FILE} \
                --without-gdbm \
                --enable-keep-temp-drop \
                -enable-home-dir-mail=Mailbox

2 - Analisar se voce dispensa qualquer um desses parametros padrao e redigitar ou digitar so' os necessarios, por exemplo

# make \
CONFIGURE_ARGS="--with-enable-nonauth-file=/outro/caminho/popusers \
                --without-gdbm -enable-home-dir-mail=Mailbox" \
                        install clean

Ai fica a seu criterio. Os mais puristas vao querer dar um jeito de passar o que precisam como argumento pro make(1) ou variavel de ambiente. Os mais objetivos nao vao se importar em editar o Makefile e fazer a alteracao. Os relaxados nao vao nem se lembrar de reeditar o Makefile e "desfazer" as alteracoes apos o uso (o que acaba sobrescrito no proximo cvsup do ports).

--
Atenciosamente,

Patrick Tracanelli

FreeBSD Brasil LTDA.
The FreeBSD pt_BR Documentation Project
http://www.freebsdbrasil.com.br
patrick @ freebsdbrasil.com.br
"Long live Hanin Elias, Kim Deal!"


_______________________________________________________________ Para enviar um novo email para a lista: freebsd@fug.com.br Sair da Lista: http://mail.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd_fug.com.br Historico: http://www4.fugspbr.org/lista/html/FUG-BR/

Responder a