Em 29/08/05, Pablo Sánchez<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> Uma das coisas que mais me irrita é essa história do Gnu/kFreeBSD.
> 
> Primeiro porque o Stallman é contra a licença BSD e estão misturando
> BSD com GNU sem pensar nas consequências legais disso (BSD pode ser
> incorporado ao que for, e GNU não.


As conseqüências legais não importam porque o pessoal do FreeBSD não
se importa. Ninguém do FreeBSD vai querer incorporar mudanças que o
pessoal do Debian fez ao kernel.

Imagina esse caso semelhante: pedaços de código do windows vazam na
internet. De repente, uma correria de programadores da FSF para
incluir código no windows vazado. Logo eles lançam o GNU/Windows 1.0
com código tanto da microsoft quanto código GNU. Agora a microsoft se
vê obrigada a lançar todo o código fonte do windows por causa da
licença GPL? Não, isso não faz o menor sentido. :)


> O que acontece quando um GNU
> assimila código sob licença BSD? O que acontece com o código? Como
> fica a licença? Ele virou GNU e deve ser assim de agora em diante? E
> se eu pego o original BSD que não sofreu nenhuma alteração e acabou
> virando GNU, como fica o licenciamento?).


O FreeBSD não vira GNU (aliás, GNU não é licença, licença é GNU GPL,
ou apenas GPL). O FreeBSD é um conjunto de software com uma licença
própria. O que o pessoal do Debian fez foi portar software GNU para o
kernel do FreeBSD. Presume-se que o kernel seja o mesmo, então,
teoricamente, você não precisa mudar a licença dele para fazer isso.


> Segundo porque esse povo do Debian acha realmente que a solução deles
> é a melhor do mundo, mas não assumem logo que o Kernel que escolheram
> para base é cheio de problemas e que copiaram toda a idéia do ports
> dos BSDs para fazer aquele apt-seiláoq. Eles não assumem!


O apt-get é bem diferente do ports pelo simples fato dos pacotes .deb
serem compilados. Talvez você esteja falando do portage do Gentoo?
Esse sim é inegavelmente baseado em ports.

Mas, que eu saiba, o FreeBSD não patenteou a atualização de software
dessa maneira (o que seria rídiculo), então, do que adianta falar em
mérito apenas nas idéias quando se tratam de implementações
diferentes? Talvez toda e qualquer implementação de ambiente gráfico
devesse vir com a nota "baseado na interface gráfica Xerox 8010 star."
:)


> Terceiro porque eu, pessoalmente, acho que vão cagar com o nome do
> FreeBSD ao unir ao do Debian


Acho que é bobagem. Qualquer coisa o pessoal do FreeBSD fala "não
suportamos esse sistema" e todo mundo sabe, pela natureza da licença
mais "relaxada" do FreeBSD, que qualquer um pode fazer esse tipo de
coisa. Importar-se com isso é renegar a liberdade que a licença
oferece. Seria um tiro no próprio pé.


> Quarto porque eu acho que a userland BSD é muito superior à GNU (que é
> basicamente sobre isso que o projeto deles é, portar a userland para o
> FreeBSD).


Essa afirmação é meio conflitante, já que o FreeBSD inclui pacotes
GNU, até mesmo no sistema base (GCC, por exemplo). É inegável a
importância dos pacotes desenvolvidos pela FSF para o sistema
operacional GNU que muitos sistemas operacionais usam por aí, sejam
eles livres ou não. Certamente o cenário do software livre no mundo
seria bem mais fraco (ou até inexistente) sem eles.

Sei não, acho que você está atacando a FSF à toa já que o seu problema
é com o pessoal do Debian (e são entidades completamente diferentes).
Não é por aí. :-/


> Mas esse sou eu falando... com certeza vai acabar virando flame este
> tópico, por isso, não vou responder mais nada nele, tem gente que vai
> ser a favor, tem gente contra... tanto faz no fim das contas...


Lançou a granada no meio do conflito e correu para o bunker? Agora assuma. :)


[]'s!
-- 
Pedro de Medeiros - Ciência da Computação - Universidade de Brasília
Email: [EMAIL PROTECTED] - Home Page: http://www.nonseq.net
Linux User No.: 234250 - ICQ: 2878740 - Jabber: [EMAIL PROTECTED]

_______________________________________________
Freebsd mailing list
Freebsd@fug.com.br
http://mail.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd_fug.com.br

Responder a