Bilouro wrote:
> Pessoal,
> 
> Tenho lido alguns artigos sobre IPv6 e na maioria deles os autores
> apontam como beneficio a não utilização do NAT.
> 
> Fiquei com algumas dúvidas:
> 
> 1) É interessante rotear todos os computadores da minha rede?
> 
> 2) Qual seria o benefício para a empresas que usam proxy?
> 
> 3) Rotear a minha rede vai realmente resolver problemas que o nat tem?
> Exemplo: No problema conhecido com ftp. Um firewall que apenas deixam
> voltar pacotes que já estejam com a conexão estabelecida( established
> ou keep-state ) não teria o mesmo problema que o nat?
> 
> 4) Você vai deixar de usar NAT?
> 
> abs
> Bilouro

Comecemos pelo começo:

- voce realmente entende "como funciona" o IPV4 ??
- voce realmente entende o que é IPV6 ??

se voce responder não a qualquer das perguntas anteriores, vai ser muito 
difícil responder adequadamente às suas perguntas......

Problemas surgirão:

- Como "convencer" uma máquina Ruindows a *só* usar IPV6 ?
- Como configurar uma multifuncional Xerox ou HP em um endereço IPV6 ?
- Como configurar um wireless Linksys ou D-Link para usar IPV6 ?

Resumindo: como voce gerenciará uma rede IPV6 em "um mundo" IPV4 ??

- O que será necessário para uma estação com endereço IPV6 "puro" 
acessar a página do BRADESCO ou do Banco do Brasil ???

Será necessário algum "tunelamento" ?? não seria isso o equivalente a um 
NAT ??

Quais outros problemas surgirão ??

Bem....com certeza é possível, mas.... vale a pena hoje ?? nesta fase de 
transição ??


[]s

Antonio Torres

P.S. Sou à favor do IPV6 e não estou sendo pessimista, apenas estou 
sendo realista: em termos práticos, ainda fica impossível implantar uma 
rede IPV6 "pura" quando a maioria dos "acessórios" (impressoras, 
switchsL2, etc, etc, ) nem sabem o que é isso... :(



-------------------------
Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd

Responder a