Ronan, você pode fazer o seguinte: cada cartão de acesso possui um código.
Conforme o código, o IP do cliente(que pode ser atribuído, via DHCP), é
liberado por "x" minutos.

Daí seu cgi programa consultaria o código do cartão em um database e
conforme o resultado, a liberação é feita.

O database podia ser algo bem simples, até em arquivo TXT, por exemplo, uma
relação codigo x minutos:

1234567:30
890ABCD:60
EFGHABC:120

Daí, o recepcionista lancaria no sistema apenas o valor do "cartao" (como um
celular pré pago).

O cliente, na hora de navegar, digitaria o seu código e o cgi faria a
liberação das regras ipfw.



---------
Renato Frederick
FreeBSD Brasil LTDA.
Fone: (31) 3281-9633
http://www.freebsdbrasil.com.br

> O problema aqui é que, no meu entendimento, essa liberação deveria ser
> centralizada no recepcionista, por exemplo, o hóspede x deseja acessar
> a Internet por 1 hora.
> O recepcionista libera a Internet 60 minutos para o IP e adiciona no
> programa do hotel 1 hora de acesso a Internet.
> 
> Ou seja, penso que é importante a liberação do acesso estar
> centralizada na recepção para eles manterem o controle sobre as horas
> utilizadas, e poderem lançar no sistema.
> 

-------------------------
Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd

Responder a