Senhores, vocês estão, ao meu ver, focando as políticas como se somente
sair/entrar por um link fosse a questão.
Os protocolos citados anteriormente, inclusive por mim, não só fazem o
failover, ou seja, descobrir que um link caiu e jogar para outro, bem como,
de forma muito inteligente, balanceia o tráfego entre os links existentes.

Colocar 2IP no registro DNS, fazer route-to, round-robin é funcional, mas
não lhe dá a capacidade de, em tempo real, usar aquele ou outro link,
conforme o custo/latência, etc etc, que os protocolos dão.

Em meu conceito, creio que, se o provedor ou a empresa necessita de tão
avançado nível de balanceamento e redundância, com certeza ela chegou em um
crescimento tal que alocação IP, $$$ para roteador, $$$ para mão de obra,
$$$ para link não é o problema. Ou então, fornecem recursos que justificam
esse altissimo investimento.

Concordo absolutamente que deveríamos ter isto para o SOHO ou pequenas
empresas, mas não se faz um padrão do dia prá noite, bem como só se torna
viável comercialmente quando a demanda for alta.

Com certeza as empresas já estão cientes dessa necessidade, bem como já
produziram alguns roteadores/gateways que fazem isso. 

Já atendi uma emprsa que possuia 4(1) links cable com um equipamento
roteador/nat da linksys(creio que foi comprada pelo cisco a algum tempo).
Mas, não era inteligente ao ponto de aliviar o tráfego para um dos 3 cable,
caso o 1o cable estivesse 100%. Mas, permitia que os pacotes destinados as
portas TCP/UDP de entrada dos 4 cable fossem entregues para as estaçoes
internas.

A minha discussão inicial foi neste aspecto.

> -----Mensagem original-----
> De: [EMAIL PROTECTED] 
> [mailto:[EMAIL PROTECTED] Em nome de Felipe Neuwald
> Enviada em: terça-feira, 5 de dezembro de 2006 09:10
> Para: "Lista Brasileira de Discussão sobre FreeBSD (FUG-BR)"
> Assunto: Re: [FUG-BR] ISP Failover
> 
> Olá Aristeu, bom dia.
> 
> Aristeu Gil Alves Jr escreveu:
> > Felipe, vejo que quanto a saída concordamos, e o caso é 
> relativamente 
> > trivial ao fazer balanceamento, ou qualquer outra coisa, com o 
> > route-to.
> >
> > Quanto a ser AS, é complicado ser AS, principalmente se vc não é 
> > provedor ou grande empresa. Caso vc não possua os criterios 
> adotados 
> > pelo seu registrar, vc tem muitas possibilidades de ter o 
> seu pedido 
> > de AS negado. Houve reuniões do GTER -  me foi elucidado de 
> forma mais 
> > completa - que o numero minimo para obter um AS é 1000 IP's.

-------------------------
Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd

Responder a