On Wed, Mar 17, 2004 at 10:14:47PM -0300, Claudio Buffara wrote:
> >> Alias, falando nisso, como provar que uma tal extensao eh diferente de R?
> > 
> > Realmente, esta é a dificuldade.
> >
> Por esta resposta, eu imagino que os matematicos nao sabem nem como comecar
> a resolver esse problema no caso geral. Tudo bem. Eu volto a perguntar daqui
> a uns 250 anos...

Não sei de que "caso geral" você está falando. Para demonstrar que existe
um corpo de cardinalidade igual à de R estritamente contido em R, não é
preciso esperar 250 anos não, mas eu não tinha tempo para explicar na hora.
Aliás, nem agora; uma boa explicação é um pouco longa. Mas pense um pouco.

[]s, N.
=========================================================================
Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
=========================================================================

Responder a