OK! Qwert e demais colegas! Vou revisar o tal enunciado que tomei nota a pelo 
menos duas décadas atrás. Pelo sim, pelo não, muito grato pela sua correção!

Artur é um jovem muito superticioso. Certa feita, quando Artur ganhou uma 
bicicleta, foi advertido: cuidado com o OITO. Na realidade, tratava-se de uma 
recomendação com respeito a um tipo de avaria própria de algumas bicicletas. 
Mas, Artur interpretou que poderia estar condenado a algum contratempo se, no 
número (da série) de fabricação da bicicleta, figurasse algum algarismo OITO. 
Após refletir um pouco, Artur tranquilizou-se com o seguinte raciocínio: 
qualquer que seja o número de Registro, ele tem que ser formado com algarismos 
que vão de 0 a 9; destes, somente o OITO é azíago; logo, em cada 10 casos, 
existe apenas um em que a matrícula é "azarenta". Portanto, a chance de 
conseguir uma bicicleta "sortuda" é de 90%. Está correta a conclusão de Artur? 
Se não, a partir de quantos algarismos no Registro teremos mais 
números "azarentos" do que números "de sorte"?


Um abraço à todos e bom final de semana!



________________________________________________
WebMail UNIFOR - http://www.unifor.br
=========================================================================
Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
=========================================================================

Responder a