Ok Carlos !

O lado direito eu tinha entendido. Eu imaginei um arranjo de K brasileiros tomados 2 a 2, i.é, A(k;2) = k*(k-1). O que eu não estava entendendo era o E. Mas agora já entendi esta parte. Se tivermos apenas 1 jogo - entre os brasileiros - em que ocorreu empate, então teremos E = 2. Ex: X empatou com Y, então Y também empatou com X. Logo há 2 empates.


Em uma mensagem de 03/01/05 21:54:55 Hor. de verão leste da Am. Sul, [EMAIL PROTECTED] escreveu:



Olá   Rafael ,

Suponha  que  tenhamos   b1,b2,b3,...,bk   brasileiros . É  evidente  que  o total  de jogos ( como  no  enunciado ) é  dado por  k(k-1)/2 , ok ? ; porém  no jogo  (b1,b2) ,por  exemplo , se b1  ganhar  teremos  uma  vitória  e uma  derrota , ou seja , esta  partida  será  contada  em  dobro .Para  o  empate  de  b2  com b5 , por  exemplo , teremos  b2  empatando  com  b5  e b5  empatando  com b2  e, levando  em  consideração todos  os  empates  (E) vistos  desta  forma ,  isto  justifica  a  igualdade  2s+E = k(k-1) . Observe  que  neste  produto os  pares  (b1,b2)  e (b2,b1)  são pares  distintos .



[]´s   Carlos  Victor







[]s,
Rafael
"Deus não joga dados com o universo" (Albert Einstein)



Responder a