Não entendi...

A = {a,b,c} ; B = {d,e,f}

n(A) = 3 ; n(B) = 3
n(A uniao B) = 6
n(A inter B) = 0

n(A uniao B) = n(A) - n(B) - (A inter B)

3 =/= 3 - 3 - 0

o que vc queria nao seria..n(A uniao B) = n(A) + n(B) - (A inter B) ?

basta notar que qdo fazemos n(A) + n(B) estamos contando duas vezes os
elementos que pertencem aos dois (intersecao)..

ou

n(A uniao B) = n(A) + n(B - A) = n(A) + n(B) - n(A inter B)

[]s
daniel

--

On Wed, 23 Feb 2005 13:39:35 -0300, marcio aparecido
<[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> prove que n(A U B) = n(A) - n(B) - (A inteseção B) ??
> alguem me da um help
> 
> =========================================================================
> Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
> http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
> =========================================================================
> 


-- 
"A noção de infinito, de que é preciso se fazer um mistério em
Matemática, resume-se no seguinte princípio: depois de cada número
inteiro existe sempre um outro." (J. Tannery)

=========================================================================
Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
=========================================================================

Responder a