Voce deve ter esquecido que e^0 = 1.

Henrique Rennó <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
Olá Eduardo!!!

Não entendi como encontrar o valor 10^4 utilizando infinito como
limite superior, pois [-t.e^(-0,01.t)]/0,01 = 0 quando t --> inf, como
você havia mencionado (gostaria, se possível, um demonstração desse
limite, assim como há uma demonstração geométrica para limite sen(x)/x
= 1 quando x --> 0).

O termo [e^(-0,01.t)]/(0,01^2) também vale zero, pois e^(-0,01.t)
quando t --> inf vale zero. Dessa forma esse termo também vale zero.
Para achar o valor 10^4, que é a resposta do exercício, o numerador
desse termo precisa valer "1", mas como?

Coloco aqui o exercício novamente:

A velocidade de um ponto em movimento é dada pela equação

v(t) = t.e^(-0,01.t) m/s

O espaço percorrido desde o instante que o ponto começou a se mover
até a sua parada total é

(a) 10^4 m
(b) 10^3.e^(-0,01) m
(c) 10^2.e^(-1) m
(d) e^(-100) - 1 m
(e) 10^2 m

Em t = 0 a velocidade inicial é zero, ou seja, o ponto está parado.
Para achar o espaço percorrido utilizei integral por partes com u = t
e dw = e^(-0,01.t) e achei a integral = [-t.e^(-0,01.t)]/0,01 -
[e^(-0,01.t)]/(0,01^2). Não sei qual o valor de t quando o ponto
chegará em sua parada total, pois os limites da integral serial a = 0
e b = ?.

Abraços

> > Os limites de integração são de t=0 até t->oo(infinto). Esbarra-se numa
> > indeterminação tipo x.e^-(x) quando x->oo,cujo limite ézero.
> > Você deverá obter s=10^4.

--
Henrique

=========================================================================
Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
=========================================================================


Yahoo! Acesso Grátis
Internet rápida e grátis. Instale o discador agora!

Responder a