Caro Luis,

Voce escreveu que pela definição de recorrência, teríamos:
f_2 (x) = f_1 (x+1) - f_1 (x) = 1 - 1 = 0.  (?)
 
Porém, sabe-se que:
f_1(x) = f_0(x+1) - f_0(x) = (x+1)^2 - x^2   (n assume o valor escolhido por você)
f_1(x) = 2x+1   f_2(x) = f_1(x+1) - f_1(x)
f_2(x) = [2(x+1)+1] - (2x+1) = 2
Assim, f_2(x) = 2!             (e assim fica provado para n=2)

Espero ter ajudado,
Felipe Marinho de Oliveira Sardinha 

"claudio.buffara" <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
Oi, Luis:

Acho que um exemplo com n = 3 elucida tudo...
f_0(x) = x^3
f_1(x) = f_0(x+1) - f_0(x) = (x+1)^3 - x^3 = 3x(x+1) + 1
f_2(x) = f_1(x+1) - f_1(x) = 3(x+1)(x+2) + 1 - 3x(x+1) - 1 = 6(x+1)
f_3(x) = f_2(x+1) - f_2(x) = 6(x+2) - 6(x+1) = 6 = 3!

Ou seja, grau(f_i) = n-i ==> se f_2(x) = 2, entao f_1(x) =ax+b e f_0(x) = x^2.
Usando a recorrencia, f_1(x) = (x+1)^2 - x^2 = 2x+1 ==> a = 2, b = 1.

[]s,
Claudio.

---------- Cabeçalho original -----------

De: [EMAIL PROTECTED]
Para: obm-l@mat.puc-rio.br
Cópia:
Data: Mon, 13 Nov 2006 19:50:56 +0000
Assunto: Re: [obm-l] Eureka 6 pp.~51--52.

> Sauda,c~oes,
>
> Oi Nicolau,
>
> Estou mesmo confuso.
>
> Entendo que f_2 (x) = 2! = 2.
>
> Pela definição da recorrência,
>
> f_2 (x) = f_1 (x+1) - f_1 (x) = 1 - 1 = 0.
>
> Qual o erro que cometo?
>
> Na solução a base da indução não aparece.
> Como seriam f_1(x) e f_2(x) dados pela
> recorrência?
>
> []'s
> Luís
>
>
> >From: "Nicolau C. Saldanha" <[EMAIL PROTECTED]>
> >Reply-To: obm-l@mat.puc-rio.br
> >To: obm-l@mat.puc-rio.br
> >Subject: Re: [obm-l] Eureka 6 pp.~51--52.
> >Date: Mon, 13 Nov 2006 16:22:55 -0200
> >
> >On Mon, Nov 13, 2006 at 03:50:00PM +0000, Luís Lopes wrote:
> > > Sauda,c~oes,
> > >
> > > Folheando as Eurekas detive-me neste problema,
> > > lá resolvido por indução.
> > >
> > > Eureka 6 pp.~51--52.
> > >
> > > 26) Sejam as funções f_0 (x) = x^n e
> > > f_i (x) = f_{i-1} (x+1) - f_{i-1} (x) onde
> > > x, n e i são inteiros positivos. Prove que,
> > > para todo x, f_n (x) = n!
> > >
> > > Transcrevi como está. Não tem algo errado?
> >
> >Acho que está tudo certo. Talvez o que esteja confundindo você
> >é que f_0 depende de n. Ou seja, temos um problema para cada n.
> >
> >[]s, N.
>
> _________________________________________________________________
> MSN Busca: fácil, rápido, direto ao ponto. http://search.msn.com.br
>
> =========================================================================
> Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
> http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
> =========================================================================
>
>


=========================================================================
Instruções para entrar na lista, sair da lista e usar a lista em
http://www.mat.puc-rio.br/~nicolau/olimp/obm-l.html
=========================================================================


Yahoo! Search
Música para ver e ouvir: You're Beautiful, do James Blunt

Responder a