Olá,

Na questão 1, existem 9 posições na matriz, sendo 3 valores não-nulos
(supostos distintos) a, b, c.

Bem esses valores podem ocupar 9 x 8 x 7 = 504 posições distintas.

Dessas, det(A) ~= 0 apenas se a, b, c ocuparem as posições A(1,i), A(2,j) e
A(3,k) com i~=j~=k. que somam 3 x 2 x 1 = 6 posições. Em cada posição, a , b
,c podem se ordenar de 3 x 2 x 1 = 6 modos distintos, logo temos 6 x 6 = 36
situações onde Dea(A) ~= 0.

P deve ser 36/504 = 1/14?

Adalberto

Em 18 de setembro de 2010 11:47, Bruno Carvalho
<brunomos...@yahoo.com.br>escreveu:

> Oi Pessoal, peço orientação para resolver os seguintes problemas:
>
> 1) dada uma matriz 3 x3 formada por números reais e supondo que 6 elementos
> dessa matriz são iguais a zeros e que não haja mais informação sobre essa
> matriz.Determinar  aprobabilidade para que o determinante dessa matriz não
> seja nulo.
>
> 2)Uma garagem tem  20 vagas enfileiradas. Sabendo que 6 carros estão
> estacionados, qual a probabilidade de as vagas vazias não serem
> consecutivas?
>
> 3)Escolhendo-se aleatoriamente um número de 1 a 16000.Qual a probabilidade
> de que esse numero seja expresso como a soma de duas ou mais potencias
> distintas de 5?
>
> desde já agradeço
>
> Bruno
>
>

Responder a