corrigindo de novo para ficar mais claro:
(n²+1)|(m+1)>>(n²+1)|(-m(m+1)+(m+1)(m-1))=m²>>(n²+1)|-(m+1)>>(n²+1)|(m+1) o
que é absurdo pois (m + 1)|(n² + 1)

Em 21 de outubro de 2016 22:15, Israel Meireles Chrisostomo <
israelmchrisost...@gmail.com> escreveu:

> (n²+1)|(m+1)>>(n²+1)|(-m(m+1)+(m+1)(m-1))=m²>>(n²+1)|-(m+1)>>(n²+1)|(m+1)
> o que é absurdo pois (m + 1)|(n² + 1)
>
> Em 21 de outubro de 2016 22:12, Israel Meireles Chrisostomo <
> israelmchrisost...@gmail.com> escreveu:
>
>> Opa troquei foi mal
>>
>> Em 21 de outubro de 2016 22:09, Israel Meireles Chrisostomo <
>> israelmchrisost...@gmail.com> escreveu:
>>
>>> (n²+1)|(m+1)>>(n²+1)|(m(m+1)-(m+1))=m²>>(n²+1)|m²-1
>>>
>>> E também
>>> (m²+1)|(n+1)>>(m²+1)|(n(n+1)-(n+1))=n²>>(m²+1)|(n²-1)
>>> Mas se (m²+1)|n²-1    então  m²+1<=n²-1>>  m²<=n²-2 o que é absurdo
>>>
>>> Em 21 de outubro de 2016 22:07, Israel Meireles Chrisostomo <
>>> israelmchrisost...@gmail.com> escreveu:
>>>
>>>> Opa desculpa
>>>>
>>>> Em 21 de outubro de 2016 22:02, Israel Meireles Chrisostomo <
>>>> israelmchrisost...@gmail.com> escreveu:
>>>>
>>>>> absurdo pois (n²+1)|m²
>>>>>
>>>>>
>>>>> Em 21 de outubro de 2016 22:01, Israel Meireles Chrisostomo <
>>>>> israelmchrisost...@gmail.com> escreveu:
>>>>>
>>>>>> (n²+1)|(m+1)>>(n²+1)|(m(m+1)-m)=m²>>(n²+1)|m²
>>>>>> E também
>>>>>> (m²+1)|(n+1)>>(m²+1)|(n(n+1)-n)=n²>>(m²+1)|n²
>>>>>>  Mas se (m²+1)|n²    então  m²+1<=n²>>  m²<=n²-1 o que é absurdo
>>>>>>
>>>>>>
>>>>>> Em 18 de outubro de 2016 13:19, Richard Vilhena <
>>>>>> ragnarok.liv...@gmail.com> escreveu:
>>>>>>
>>>>>>> Depois da observação do Esdras, novamente solicito uma ajuda:
>>>>>>>
>>>>>>> "É possível encontrar inteiros m > 1, n > 1, tal que (n + 1)|(m2 +
>>>>>>> 1) e simultaneamente (m + 1)|(n2 + 1) ?"
>>>>>>>
>>>>>>> --
>>>>>>> Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
>>>>>>> acredita-se estar livre de perigo.
>>>>>>
>>>>>>
>>>>>>
>>>>>
>>>>
>>>
>>
>

-- 
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antiv�rus e
 acredita-se estar livre de perigo.

Responder a