> Um sujeito solitário morava em uma mansão no Bairro dos
> Jardins em São Paulo.
> Seus dias eram comuns e sem graça, até que um dia, uma
> Vizinha misteriosa se muda para a casa em frente.
> Era um espetáculo de mulher, loira, olhos azuis, pele de
> pêssego, lábios voluptuosos, muito, mas muito gostosa. Na
> mansão, moravam ela, o filho (um garotinho de 7 anos) e a
> empregada.
> Era uma casa linda, a mais bonita e a mais cara da região.
> Pareciam uma família normal, exceto pelas festas que rolavam
> na casa.
> E que festas !!! Eram uma loucura, toda noite, limusines
> BMW´s, Mercedes, paravam na porta e homens muito bem
> vestidos sumiam no interior da casa, deixando o sujeito
> intrigado com aquela movimentação e principalmente se
> perguntando...
> Aonde aquele avião de mulher arranjava o dinheiro para
> custear todo aquele luxo ????
> Até que um dia não se contendo mais de curiosidade e tesão
> por aquela beldade, o sujeito resolveu investigar.
> Numa manhã, foi até a casa e ao ser atendido pela empregada,
> pediu para falar com a dona.
> Foi atendido pela mulher deitada num grande sofá, só de
> camisola, com uma tanga minúscula por baixo e com seios
> quase a mostra, de fato era uma maravilha da natureza.
> Ela então perguntou-o o que desejava ? Ao passo que ele
> respondeu...
>
> Sujeito - Oi. Eu sou o vizinho da casa em frente, e estive
> observando vc, é uma mulher muito bonita, tem uma bela casa,
> dá festas todas as noites. Confesso que, ahhh, desculpe a
> intromissão, mas fiquei curioso em saber o que a senhora faz
> pra viver nesse luxo todo ???
>
> Mulher - Olha aqui, eu não tenho de dar satisfação ao
> senhor, mas tudo bem, vou dizer. Eu vivo de fazer apostas.
> Aposto com os meus amigos que eles não conseguem fazer o que
> o meu filhinho consegue. E eles não acreditam e perdem
> fortunas para mim.
>
> Sujeito - O que é isso, não conseguir fazer o que ele
> consegue, é fácil demais. Eu quero tentar, mas como prêmio,
> quero uma noite com vc ??? Topa !?
>
> Mulher - Tudo bem, pode ser, mas se eu ganhar, quero a sua
> casa e US$ 100.000.
>
> Sujeito - Fechado.
>
> Mulher - Então o senhor volte aqui hoje a noite para o
> teste. Ok ?
>
> Sujeito - Ok.
>
> Foi para a casa como um louco, passou o dia inteiro
> ensaiando cambalhotas para frente, para trás e outras coisas
> que as crianças costuma fazer.
> Delirou ao imaginar a noite de orgia que iria ter, e à
> noite, na hora combinada, lá estava na porta da mansão para
> o tal teste.
> Foi atendido pela empregada que o levou até uma outra sala,
> muito luxuosa, lá a mulher o esperava com uma camisola
> totalmente transparente, uma tanguinha menor do que todas as
> outras que ele já tinha visto, um perfume delicioso.
> Ele só se imaginava transando feito um louco com ela...
> Num outro canto estava o filhinho, dormindo.
> Ela então se dirigiu a ele e perguntou :
>
> Mulher - Está pronto ?
>
> Sujeito - Claro. Vai ser moleza.
>
> Ela então chama o diz:
>
> Mulher - Tudo o que ele fizer o senhor terá de fazer
> também...
>
> Mulher - Filhinho, dê um beijinho na boquinha da mamãe...
>
> O filhinho deu e o sujeito também...
>
> Mulher - Filhinho, dá uma mamadinha aqui no peitinho da
> mamãe...
>
> O filhinho deu e o sujeito (já louco de tesão) também...
>
> E assim seguiu de beijinhos, no umbiguinho, na coxinha, na
> bundinha até que a mulher percebendo o desespero do sujeito,
> vira-se para ele e fala:
>
> Mulher - Agora o último pedido.
>
> Mulher - Filhinho, bota aqui o pau molinho na mão da
> mamãe...
>
>
>
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
Lista [EMAIL PROTECTED]
- Para assinar esta lista, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED]
- Para se desinscrever, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED] - mas pense bem antes! :)
- Para mais informacoes sobre esta lista, va\' no endereco
http://www.grupos.com.br/grupos/piadas.news
- Qualquer duvida sobre a lista, escreva para
[EMAIL PROTECTED]
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-


vote no iBest Grupos.com.br
página do grupo diretório de grupos diretório de pessoas cancelar assinatura

Responder a