> ----------
> De: Marcos de Abreu
> Enviada: Terça-feira, 17 de Abril de 2001 17:45
> Para: Adrianam (Correio eletrônico); Carlos Alberto Moreira dos
> Santos; Carlos Alves Bueting; Carlos Jose Rodrigues; Carlos Magno Bastos;
> Eduardo David Machado; Iudi (Correio eletrônico); Jane Sueli Piobelli
> Salerno; Jose Carlos Fernandes; Lia Marcia Pires Fernandes; Luiz Alberto
> Pessanha da Silva; Malari (Correio eletrônico); Marco Valério Guimarães
> Gertaldo; Nelson Teixeira da Silva; Roberto Stigert; Sandra Freitas
> (Correio eletrônico); Sergio de Souza Moreira; Sergio Ribeiro da Costa;
> Wagner Gall
> Assunto: ENC: Mó Fria
>
>
>
> Marcos de Abreu
> Supervisão Transmissão Serrano
> * 031.21.550-1463 , 031.24.243-5199, 031.24. 9971-6190
> *Pça. Dr. Sá Earp Fº , 39 - Centro - Petrópolis - RJ
> * [EMAIL PROTECTED]
>
>
> ----- Mensagem original -----
> De: Adriana Kronemberger [SMTP:[EMAIL PROTECTED]]
> Enviada em: domingo, 8 de abril de 2001 21:10
> Para: Undisclosed-Recipient:@panther.unisys.com.br;
> Assunto: Mó Fria
>
>
>
>
> Coisas da vida
>
> O Céu estava ficando muito congestionado.
> Deus, então, decidiu modificar as normas para o ingresso nos portões
> celestiais.
> A nova lei consistia no seguinte:
> para ser admitido no Céu, o dia da morte da pessoa deveria ser um
> dia realmente terrível.
> A lei entrou em vigor à meia-noite do dia seguinte.
>
> E, assim sendo, às 00:01 hs., do dia em que entrara em vigor a nova
> lei,
> chega a primeira pessoa nos portões do Céu.
> O anjo encarregado do portão, lembrando-se da lei, prontamente
> perguntou ao homem:
> -"Antes de você entrar, é preciso que você me conte como foi que
> você
> passou o dia da sua morte".
>
> -"Sem problemas". - disse o homem -
> "Há algum tempo eu vinha desconfiando que minha mulher estava me
> traindo.
> Eu acreditava que todos os dias, na hora do almoço,ela trazia o
> amante
> para nosso apartamento, que ficava no 25º andar, e fazia sexo com
> ele.
> Então ontem, eu estava indo pra casa a fim de pegá-los.
> Bem, cheguei lá e entrei rapidamente, começando a procurar o tal
> rapaz.
> Minha esposa estava semi-nua e gritando comigo, enquanto eu dava uma
>
> busca no apartamento, mas não conseguia encontrá-lo de jeito nenhum!
>
>
> Quando eu já estava desistindo de procurar, olhei para a sacada do
> apartamento e percebi que havia uns dedos dependurados lá.
> O diabo do rapaz achava que poderia se esconder de mim!
> Foi aí que eu corri pra sacada e bati nos dedos dele, até que o
> safado largou e caiu lá de cima.
> Mas você não pode imaginar a sorte do rapaz, pois ele caiu em cima
> dos galhos de uma imensa árvore que existe em frente ao prédio, que
> amorteceram a sua queda, e ele não morreu.
> Eu, ainda no meu excesso de raiva entrei no apartamento
> e peguei a coisa mais pesada que tivesse pra jogar em cima dele.
> Desliguei a geladeira da tomada e, furioso, a atirei do 25º andar
> bem em cima dele.
> O problema é que, no estado de emoção em que eu me encontrava,
> somado ao
> imenso esforço que eu fiz para atirar a geladeira sobre o amante da
> minha mulher, eu tive um ataque cardíaco e morri, quase que
> instantaneamente".
>
> O anjo sentou-se e pensou por alguns instantes.
> Afinal de contas o rapaz, tecnicamente, teve um péssimo dia e o
> crime dele foi passional, pelo que o anjo lhe disse:
> -"Ok, meu senhor!, Seja bem-vindo ao Reino dos Céus", e deixou o
> rapaz
> entrar.
>
> Poucos segundos depois chegou o próximo da fila, sendo logo
> advertido pelo anjo:
> -"Eis as regras, antes de deixá-lo entrar, preciso ouvir a respeito
> do
> dia da sua morte".
>
> -"Claro", respondeu o homem.
> Eu estava na sacado do meu apartamento, que
> fica no 26º andar fazendo meus exercícios diários quando, de
> repente, escorreguei e caí pela sacada!
> Pôr sorte, eu fui capaz de me segurar na sacada logo abaixo da
> minha.
> Porém, qual não foi a minha surpresa quando apareceu um homem maluco
> e, ao invés de me ajudar, ficou batendo nos meus dedos até que eu soltasse
> e, obviamente, caísse lá de cima, o que ocorreu.
> Entretanto, eu não morri com a queda pois caí sobre os galhos de uma
>
> grande árvore que fica em frente ao prédio e que amorteceram a minha
>
> queda.
> Enquanto eu estava lá na árvore, todo arrebentado, de rosto pra
> cima, incapaz de me mover e gemendo de dor, eu vi o mesmo homem
> empurrar
> uma geladeira pela sacada e ela caiu exatamente em cima de mim e me
> matou.
>
> O anjo quieto e rindo para si mesmo, enquanto o homem terminava sua
> história, pensou e disse:
> -"Muito bem! Bem-vindo ao Reino dos Céus", e deixou o homem entrar.
>
> Poucos segundos depois, o terceiro homem da fila chega ao portão, ao
> que
> o anjo logo lhe indagou:
> -"Conte-me, rapaz, como foi o dia em que você morreu".
>
> -"Tá legal, eu conto, mas você não vai acreditar. Eu estava pelado,
> dentro de uma geladeira..."
>
>
>
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
Lista [EMAIL PROTECTED]
- Para assinar esta lista, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED]
- Para se desinscrever, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED] - mas pense bem antes! :)
- Para mais informacoes sobre esta lista, va\' no endereco
http://www.grupos.com.br/grupos/piadas.news
- Qualquer duvida sobre a lista, escreva para
[EMAIL PROTECTED]
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-


Grupos.com.br
página do grupo diretório de grupos diretório de pessoas cancelar assinatura

Responder a