----- Original Message -----
From: "Ailton Sobreira" <[EMAIL PROTECTED]>
To: "Amelia Cristina" @hotmail.com>; "Anselmo Barreira dos
Santos" @ig.com.br>; "Antonio" <[EMAIL PROTECTED]>; "Assis"
<[EMAIL PROTECTED]>; "Augusto" <[EMAIL PROTECTED]>; "Claudiomiro"
<[EMAIL PROTECTED]>; "Douglas" <[EMAIL PROTECTED]>; "Erick
Xavier" <[EMAIL PROTECTED]>; "Gouveia Prado"
<[EMAIL PROTECTED]>; "Henrique" <[EMAIL PROTECTED]>; "Ivênio e
Kris" <[EMAIL PROTECTED]>; "J.Alves" <[EMAIL PROTECTED]>; "Jorge
Machado" <[EMAIL PROTECTED]>; "Luciano" <[EMAIL PROTECTED]>; "Lucio Gomes"
<[EMAIL PROTECTED]>; "Marcelo" @zipmail.com.br>; "Neide"
<[EMAIL PROTECTED]>; "oliveira" <[EMAIL PROTECTED]>; "Paulo
Renato" <[EMAIL PROTECTED]>; "Tavares" <[EMAIL PROTECTED]>; "Umbelino Loriato"
<[EMAIL PROTECTED]>
Sent: Saturday, January 19, 2002 11:36 PM
Subject: Fw: Num país socialista.


>
> ----- Original Message -----
> From: "Leonardo Castro (UF-Rural-RJ)" <[EMAIL PROTECTED]>
> To: "Ailtom Sobreira" <[EMAIL PROTECTED]>; "Alexandre"
> <[EMAIL PROTECTED]>; "Andreia Menezes Pessoa"
<[EMAIL PROTECTED]>;
> "Carlos Filipe Operti" <[EMAIL PROTECTED]>; "Cesar de Castro"
> <[EMAIL PROTECTED]>; "Elienai" <[EMAIL PROTECTED]>; "Erika
Ramos
> Mello" <[EMAIL PROTECTED]>; "Carlos Roberto Jesus"
> <[EMAIL PROTECTED]>; "Joice Marques" <[EMAIL PROTECTED]>;
> "Katia" <[EMAIL PROTECTED]>; "Mariana" <[EMAIL PROTECTED]>;
> "Priscila" <[EMAIL PROTECTED]>; "Rafaela Ramos Cirilo"
> <[EMAIL PROTECTED]>; "Raphael (UF-Rural-RJ)"
<[EMAIL PROTECTED]>;
> "Salim Jacaúna" <[EMAIL PROTECTED]>; "leo alex ufrrj"
> <[EMAIL PROTECTED]>
> Sent: Friday, January 18, 2002 10:00 AM
> Subject: En: Num país socialista.
>
>
>
>
>
> __________________________________________________________________________
> Quer ter seu próprio endereço na Internet?
> Garanta já o seu e ainda ganhe cinco e-mails personalizados.
> DomíniosBOL - http://dominios.bol.com.br
>
>
>
> --------------------------------------------------------------------------
--
> ----
>
>
> >
> > Boa tarde mocinhas, rapazes e outros!
> >
> > Num país socialista.
> >
> > Num determinado país, regido pelo regime socialista, havia um grande
> > incentivo à natalidade. Necessitando de mão-de-obra, criaram uma lei que
> > obrigava os casais a terem um determinado numero de filhos. Previram
> > também uma tolerância de cinco anos. Essa tolerância consistia do fato
> > de que, para os casais que completassem 5 anos de casamento sem terem
> > filhos, ao menos UM, o governo destacaria um agente que iria
> > auxilia-los. Num dia desses, aconteceu o seguinte dialogo entre um
> > marido e sua mulher:
> > Mulher: Querido, hoje completamos o quinto aniversário de casamento!
> > Marido: É, infelizmente não tivemos um herdeiro.
> > Mulher: Será que "eles" vão enviar o tal "agente"?
> > Marido: Eu não sei...
> > Mulher: E se ele vier?
> > Marido: Bem, eu não tenho nada a fazer...
> > Mulher: Eu, menos ainda...
> > Marido: Vou sair, pois já estou atrasado para o trabalho.
> > Logo após a saída do marido, batem à porta. A mulher abre a porta e
> > encontra um homem à sua frente. Era um FOTOGRAFO que se enganara de
> > endereço.
> > Homem : Bom dia, eu sou...
> > Mulher: Ah, já sei... pode entrar...
> > Homem : Seu marido está em casa?
> > Mulher: Não, ele foi trabalhar.
> > Homem : Presumo que ele esteja a par...
> > Mulher: Sim, ele está a par e também concorda.
> > Homem : Ótimo, então vamos começar?
> > Mulher: Mas já? Assim tão rápido?
> > Homem : Preciso ser breve pois ainda tenho cinco casais para visitar.
> > Mulher: Puxa! O senhor aguenta?
> > Homem : Sim, aguento porque gosto do meu trabalho. Ele me dá muito
> > prazer.
> > Mulher: Então, como vamos fazer?
> > Homem : Permita-me sugerir: uma no quarto, duas no tapete, duas no
> > sofá,
> > uma no corredor, duas na cozinha e a última no banheiro.
> > Mulher: Nossa!!! Não é muito?
> > Homem : Minha senhora, nem o melhor artista da nossa profissão consegue
> > na primeira tentativa. Numa dessas, a gente acerta bem na mosca!
> > Mulher: O senhor já' visitou alguma casa neste bairro?
> > Homem : Não, mas tenho comigo algumas amostras dos meus últimos
> > trabalhos.
> > Veja. Não são lindas? (Mostrando fotos de crianças.)
> > Mulher: Como são belos esses bebes! O senhor mesmo quem fez?
> > Homem : Sim. Veja esse aqui. (Mostrando outra foto.) Foi conseguido na
> > porta de um supermercado.
> > Mulher: Nossa!!! Não lhe parece um tanto publico?
> > Homem : Sim, mas a mãe era artista de cinema e queria publicidade.
> > Mulher: Eu não teria coragem de fazer isso...
> > Homem : Este aqui foi em cima de um ônibus.
> > Mulher: Que horror!!!
> > Homem : É. Foi um serviço dos mais duros que eu já fiz.
> > Mulher: Eu imagino...
> > Homem : Veja. Este foi feito num parque de diversões em pleno inverno.
> > Mulher: Credo! Como o senhor conseguiu?
> > Homem : Não foi fácil. Como se não bastasse a neve caindo, havia uma
> > multidão em cima de nós. Eu nunca teria conseguido acabar...
> > Mulher: Ainda bem que sou discreta e não quero que ninguém nos veja.
> > Homem : Ótimo. Eu também prefiro assim. Agora, se a senhora me der
> > licença, eu vou armar o TRIPÉ.
> > Mulher: Tripé? Para que?
> > Homem : Bem, madame. E' necessário. O meu aparelho, além de pesado,
> > depois
> > de pronto para funcionar, mede um metro.
> > A mulher desmaiou.
> >
> > Beijos
> >
> >
> >
> > ---
> > Outgoing mail is certified Virus Free.
> > Checked by AVG anti-virus system (http://www.grisoft.com).
> > Version: 6.0.314 / Virus Database: 175 - Release Date: 11/1/2002
> >
> >
> >
>
>
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
Lista [EMAIL PROTECTED]
- Para assinar esta lista, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED]
- Para se desinscrever, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED] - mas pense bem antes! :)
- Para mais informacoes sobre esta lista, va' no endereco
http://www.grupos.com.br/grupos/piadas.news
- Qualquer duvida sobre a lista, escreva para
[EMAIL PROTECTED]
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-


clique aqui Grupos.com.br
página do grupo diretório de grupos diretório de pessoas cancelar assinatura


 Boa tarde mocinhas, rapazes e outros!

 Num país socialista.

 Num determinado país, regido pelo regime socialista, havia um grande
incentivo à natalidade. Necessitando de mão-de-obra, criaram uma lei que
obrigava os casais a terem um determinado numero de filhos. Previram
também uma tolerância de cinco anos. Essa tolerância consistia do fato
de que, para os casais que completassem 5 anos de casamento sem terem
filhos, ao menos UM, o governo destacaria um agente que iria
auxilia-los. Num dia desses, aconteceu o seguinte dialogo entre um
marido e sua mulher:
 Mulher: Querido, hoje completamos o quinto aniversário de casamento!
 Marido: É, infelizmente não tivemos um herdeiro.
 Mulher: Será que "eles" vão enviar o tal "agente"?
 Marido: Eu não sei...
 Mulher: E se ele vier?
 Marido: Bem, eu não tenho nada a fazer...
 Mulher: Eu, menos ainda...
 Marido: Vou sair, pois já estou atrasado para o trabalho.
 Logo após a saída do marido, batem à porta. A mulher abre a porta e
encontra um homem à sua frente. Era um FOTOGRAFO que se enganara de
endereço.
 Homem : Bom dia, eu sou...
 Mulher: Ah, já sei... pode entrar...
 Homem : Seu marido está em casa?
 Mulher: Não, ele foi trabalhar.
 Homem : Presumo que ele esteja a par...
 Mulher: Sim, ele está a par e também concorda.
 Homem : Ótimo, então vamos começar?
 Mulher: Mas já? Assim tão rápido?
 Homem : Preciso ser breve pois ainda tenho cinco casais para visitar.
 Mulher: Puxa! O senhor aguenta?
 Homem : Sim, aguento porque gosto do meu trabalho. Ele me dá muito
prazer.
 Mulher: Então, como vamos fazer?
 Homem : Permita-me sugerir: uma no quarto, duas no tapete, duas no
sofá,
 uma no corredor, duas na cozinha e a última no banheiro.
 Mulher: Nossa!!! Não é muito?
 Homem : Minha senhora, nem o melhor artista da nossa profissão consegue
 na primeira tentativa. Numa dessas, a gente acerta bem na mosca!
 Mulher: O senhor já' visitou alguma casa neste bairro?
 Homem : Não, mas tenho comigo algumas amostras dos meus últimos
trabalhos.
 Veja. Não são lindas? (Mostrando fotos de crianças.)
 Mulher: Como são belos esses bebes! O senhor mesmo quem fez?
 Homem : Sim. Veja esse aqui. (Mostrando outra foto.) Foi conseguido na
porta de um supermercado.
 Mulher: Nossa!!! Não lhe parece um tanto publico?
 Homem : Sim, mas a mãe era artista de cinema e queria publicidade.
 Mulher: Eu não teria coragem de fazer isso...
 Homem : Este aqui foi em cima de um ônibus.
 Mulher: Que horror!!!
 Homem : É. Foi um serviço dos mais duros que eu já fiz.
 Mulher: Eu imagino...
 Homem : Veja. Este foi feito num parque de diversões em pleno inverno.
 Mulher: Credo! Como o senhor conseguiu?
 Homem : Não foi fácil. Como se não bastasse a neve caindo, havia uma
multidão em cima de nós. Eu nunca teria conseguido acabar...
 Mulher: Ainda bem que sou discreta e não quero que ninguém nos veja.
 Homem : Ótimo. Eu também prefiro assim. Agora, se a senhora me der
licença, eu vou armar o TRIPÉ.
 Mulher: Tripé? Para que?
 Homem : Bem, madame. E' necessário. O meu aparelho, além de pesado,
depois
 de pronto para funcionar, mede um metro.
 A mulher desmaiou.

 Beijos

 

---
Outgoing mail is certified Virus Free.
Checked by AVG anti-virus system (http://www.grisoft.com).
Version: 6.0.314 / Virus Database: 175 - Release Date: 11/1/2002
 

Responder a