[EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED] Message-Id: <[EMAIL PROTECTED]>
----- Original Message -----
From: Rodrigo Cesar Nordi <[EMAIL PROTECTED]>
To: CARLA CANDIDO (Correio eletrônico) <[EMAIL PROTECTED]>; Jean
(UNICID) (Correio eletrônico) <[EMAIL PROTECTED]>; Jorge (Correio
eletrônico) @hotmail.com>; Paulo (Casca) (Correio eletrônico)
<[EMAIL PROTECTED]>; Reginaldo (UNICID) (Correio eletrônico)
<[EMAIL PROTECTED]>; Ricardo Trampo (Namorado da Mel)
(Correio eletrônico) <[EMAIL PROTECTED]>; Ronaldo (UNICID)
(Correio eletrônico) <[EMAIL PROTECTED]>; Silvia Maria Nordi (Correio
eletrônico) <[EMAIL PROTECTED]>
Sent: Thursday, May 09, 2002 10:13 AM
Subject: "MOTEL"



> "MOTEL"
>
>
>
> Mirtes não se aguentou e contou para a Lurdes:
> - Viram teu marido entrando num motel.
> A Lurdes abriu a boca e arregalou os olhos. Ficou
> assim, uma estatua de espanto, durante um minuto, um minuto e meio. Depois
> pediu detalhes.
> - Quando? Onde? Com quem?
> - Ontem. No Discretíssimu's.
> - Com quem? Com quem?
> - Isso eu não sei.
> - Mas como? Era alta? Magra? Loira? Puxava de uma
> perna?
> - Não sei, Lu.
> - O Carlos Alberto me paga. Ah, me paga.
> Quando o Carlos Alberto chegou em casa a Lurdes
> anunciou que iria deixá-lo. E contou por quê.
> - Mas que historia é essa, Lurdes? Você sabe quem
> era a mulher que estava comigo no motel. Era você!
> - Pois é. Maldita hora em que eu aceitei ir.
> Discretíssimu's! Toda a cidade ficou sabendo. Ainda bem que não me
> identificaram.
> - Pois então?
> - Pois então que eu tenho que deixar você. Não vê? É
> o que todas as minhas amigas esperam que eu faça. Não sou mulher de ser
> enganada pelo marido e não reagir.
> - Mas você não foi enganada. Quem estava comigo era
> você!
> - Mas elas não sabem disso!
> - Eu não acredito, Lurdes! Você vai desmanchar nosso
> casamento por isso? Por uma convenção?
> - Vou!
> Mais tarde, quando a Lurdes estava saindo de casa,
> com as malas, o Carlos Alberto a interceptou. Estava sombrio.
> - Acabo de receber um telefonema - disse. - Era o
> Dico.
> - O que ele queria?
> - Fez mil rodeios, mas acabou me contando. Disse
> que, como meu amigo, tinha que contar.
> - O que?
> - Você foi vista saindo do motel Discretíssimu's
> ontem, com um homem.
> - O homem era você!
> - Eu sei, mas eu não fui identificado.
> - Você não disse que era você?
> - O que? Para que os meus amigos pensem que eu vou a
> motel com a minha própria mulher?
> - E então?
> - Desculpe, Lurdes, mas...
> - Mas... O que?
>
> - Vou ter que te dar um tiro....
>



=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
Lista [EMAIL PROTECTED]
- Para assinar esta lista, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED]
- Para se desinscrever, envie e-mail para
[EMAIL PROTECTED] - mas pense bem antes! :)
- Para mais informacoes sobre esta lista, va' no endereco
http://www.grupos.com.br/grupos/piadas.news
- Qualquer duvida sobre a lista, escreva para
[EMAIL PROTECTED]
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-


clique aqui Grupos.com.br
página do grupo diretório de grupos diretório de pessoas cancelar assinatura

Responder a