COLÍRIO
 
 Havia um menino que, por problemas de saude, ficara cego
aos 7 anos. Todos os recursos foram empregados, todos os tratamentos
foram tentados, mas nada devolveu ao menino a visao. Quando ele estava
com 14 anos, seu pai chegou com a novidade:
- Filho, descobri um colírio que, com apenas 1 gota em cada vista, lhe devolverá a visao.
 - Oh, quebom papai - exclamou o garoto -, enfim vou poder voltar a enxergar, vou
poder ver os pássaros, as flores, as arvores e todo o maravilhoso mundo
que Deus criou. Por favor papai, pingue logo este colírio em meus olhos.
- Calma, meu filho. Eu sei o quanto voce esperou. Mas uma coisa tao
importante tem que ser uma data memoravel. Na sexta-feira,dia 31 de
março, dia em que comemoramos seu aniversário, este será o dia em que
voce voltará a enxergar.
- Papai, mal posso esperar por este dia. Obrigado, voce é o melhor pai do mundo.
 Isso foi na segunda. Durante a semana o rapaz nao conseguia segurar a alegria, gritando a plenos
pulmoes:
- Oh, que mundo maravilhoso, como Deus é bom, como meus pais
sao queridos. Bom dia sol, bom dia natureza. Logo poderei voltar a
ve-los todos os dias.
E todos ja estavam contagiados com a alegria do
menino, que quase descambava para uma viadagem:
- Oh, irmaozinhos, como estou feliz. Vou poder novamente ver seus lindos rostinhos. Ola vovô,
ola vovó, mal posso esperar para enxergar seus lindos e brancos
cabelinhos.
E por ai ia a bichice do garoto. Ate que chegou a sexta-feira. O garoto acordou as 6 da manha, exultante, e entrou correndo e gritando no quarto do pai. Como era cego, nao pode ver seu
pai e sua mae em pleno ato sexual:
- Bom dia papai amado, bom dia mamae querida. Mal posso esperar para receber as gotinhas milagrosas que meu adorado pai conseguiu para me devolver o lindo dom da visao.
O pai, mal refeito do susto e da subita broxada, respondeu ao filho:
- Querido, algo tao importante como isso nao pode deixar de ser comemorado. Voce
vai poder voltar a enxergar hoje noite, depois do jantar especial que
sua mae vai preparar para toda a nossa familia.
 O rapaz, meio decepcionado, pensou:
- Tudo bem, para quem já esperou anos, mais algumas
horas nao vao fazer diferenca. E correu para acordar toda a familia, que
já nao aguentava a alegria transbordante do menino. Chega a noite, 9:00
horas, mesa posta. O cheiro da comida prenunciava um jantar delicioso. O
pai pede a palavra:
 - Hoje estamos aqui para presenciar um milagre.
Deus, por motivos que nao conhecemos, tirou a visao de nosso pequeno
garoto. Mas como a justiça divina nao falha, tambem me levou a encontrar
a soluçao para o problema. Eis, pois, o colírio que restabelecerá a
alegria de enxergar ao nosso querido filho.
O menino, aos prantos, nao conseguia conter a excitaçao. E o pai completou:
- Hoje, nosso filho completa quinze anos. Vamos viver este dia como a data mais importante
de nossas vidas. Nos últimos momentos deste dia, quando o relogio
comecar a bater as doze badaladas da meia-noite, marcando o inicio de um
novo dia, vamos pingar as gotinhas.
Pois o garoto nao se aguentava mais. E passou a abraçar e beijar todos os presentes - avós, pais, irmaos,
primos e tios. Quando o relógio começou a bater, o menino gritou de
felicidade. E o pai dirigiu-se até ele e, finalmente, pingou o colirio
nos olhos do menino. O menino piscou os olhos, abriu-os e exclamou:
-Papai, mas eu nao estou enxergando nada.
 E a familia, num grande coro de vozes, começou a gritar:
 
 - Primeiro de abril...

Responder a