O Governo Americano estava procurando um super agente secreto para atuar na
Europa.

Varios candidatos, europeus, fizeram baterias de testes.
 Raciocinio, tecnologias, armas, idiomas, defesa pessoal, uso de
armas letais.
 Apos tudo isso, sobraram 3 otimos candidatos : um alemao, um
frances e um portugues.
 A ultima prova seria a de moral. A CIA precisava de alguem com a
sua moral discutivel, para realizar qualquer tarefa que fosse exigida.
Chegaram, entao, ao alemao e lhe entregaram uma arma com duas
balas apenas. Deveria entrar no quarto fechado a sua frente e matar a
pessoa que estava la, seja ela quem fosse. Este seria o seu teste. O alemao
pegou a arma, entrou chutando a porta do quarto, apontou para a pessoa que
la estava . . .  e nao atirou. Saiu do quarto e disse :
Hans nao poder atirar na pessoa. A pessoa e Frida, esposa de
Hans.
E Hans ama muito Frida, nao vai matar ela.
 E entao o alemao foi desclassificado.
 Veio a seguir o frances. Pegou a arma, entrou chutando a porta do
quarto, apontou para a pessoa que la estava  . . .  e tambem nao
 atirou. Saiu do quarto e disse :
 Pierre nao pode matar. A mulher e Dominique, esposa de Pierre.
Casamos agora e amo muito minha doce  Dominique.
 E entao o frances foi desclassificado.
Veio, por ultimo, o portugues. Pegou a arma, entrou chutando a
porta do quarto, ouviu-se dois tiros. Silencio. De repente, barulho de
 pancadas, coisas quebrando, gritos ensurdecedores.Minutos depois
sai Manuel do quarto, todo machucado, cortado, cansado,
 triste. E fala aos espectadores da CIA, ate entao atonitos :
Ora, pois ! Por que os gajos nao me avisaram que as balas eram de
festim ?
Tive que matar minha Maria a porrada ! !

Responder a