O touro

O Touro

    Um matuto do interior de Minas Gerais, muito pobre, tinha apenas um
  único bem: um touro. Mas esse não era um touro qualquer, era o único
  touro da região. Como os fazendeiros dessa região constataram que os
filhotes
  das vacas com o touro davam melhores bois e vacas que aqueles
provenientes
da reprodução com outros bois, eles arrendavam esse touro do matuto, que

  tinha nesse aluguel seu único sustento.

    O touro era realmente insaciável. Quantas fossem as vacas postas
para
  cruzar, ele dava conta de todas. Era um campeão de reprodução. Mas
como
o matuto andava cobrando caro o aluguel do touro, os fazendeiros
resolveram se juntar e se oferecerem para compra-lo.
    Um representante foi, então, a casa do matuto e perguntou-lhe quanto

  queria pelo touro. Ele respondeu um valor bem elevado, visto que essa
era a única propriedade do sujeito. O representante ficou revoltado com
o
preço

  pretendido mas o matuto disse que venderia por esse preço. O
fazendeiro
  voltou para encontrar os outros e apresentou a proposta, que foi
  unanimemente reprovada pelos demais.

    Eles resolveram, então, pedir ajuda ao prefeito, que na mesma hora
se prontificou a comprar o touro pelo preço pedido. Foi ao matuto com o
  dinheiro, comprou o touro e municipalizou o animal. Como bom político,

  planejou uma grande festa na praça para comemorar a nova aquisição da
  Prefeitura. E, como promoção, resolveu liberar o touro para cruzar
  gratuitamente com as vaquinhas nessa noite de festa. Preparou toda a
  praça com bandeirinhas, banda de musica, show do Chitaozinho e Xororo
e tudo
  mais, enquanto os felizes proprietários das vaquinhas as enfileiravam
na praça a espera da hora do encontro com o grande reprodutor.

    Eis que entrou a primeira vaca. O touro bufou, bufou, e partiu para
  cima da vaca. Quando chegou pertinho olhou, olhou, cheirou, virou de
costas
e voltou para o canto do cercadinho. O pessoal não entendeu nada, afinal

o touro nunca havia feito isso...

    Mas o prefeito achou que a vaca era muito magrinha e que talvez não
  tivesse chamado a atenção do touro. E mandou entrar a Malhadinha, que
era uma vaca holandesa, campeã leiteira, muito bonita mesmo. O touro,
ai,
se mostrou mais entusiasmado e quando a vaquinha entrou no cercado ele
foi
  com toda a vontade... Mas quando chegou perto olhou, olhou, cheirou...

  virou-se e voltou para o cantinho dele.

    O prefeito ficou revoltado e foi falar com o matuto que assistia a
  tudo, incredulo. Ele respondeu que também não sabia o que estava
acontecendo
  pois o touro nunca havia feito aquilo, mas se ofereceu para falar com
o
touro.

    Então, ele chegou perto do ouvido do touro e perguntou:

    - O que esta acontecendo contigo? Você nunca negou fogo e agora me
faz passar essa vergonha?

    E o touro respondeu:

    - Po, não enche o saco. Agora eu sou funcionário publico


---------------------------------------------------------------------
Você tem email?? Que tal mudar gratuitamente para [EMAIL PROTECTED]?
Visite http://www.email.com.br e faça seu pedido. Esse email é seu!
---------------------------------------------------------------------

Responder a