2010/2/5 Bruno L F Cabral <br...@openline.com.br>:
> Eu já recebi várias e sempre identifiquei o usuário do IP
> pois sempre entreguei IP público dinâmico e sempre guardei
> a informação, desde 1995, quando abri meu provedor

nós também, é o meio mais natural e seguro num ISP. E nem é tão
complicado ou caro como acham não, ou seja, um AS com um bloco próprio
(ou um bloco apenas dentro do AS da operadora que te fornece o link)
não é coisa do outro mundo.


> No entanto não há crime sem lei anterior que a defina portanto
> responder que não tem a informação (devidamente amparado por
> um advogado, é claro) é uma resposta perfeitamente válida

crime comum cometido pela internet ainda é um crime comum, se eu posso
identificar o sujeito (e isso foi solicitado pelos tramites corretos,
diga-se de passagem) não vou vendar meus olhos de maneira alguma.


> Pergunte se a Telemá guarda algum log ou consegue identificar
> um usuário de DSL?!

deveriam pelo menos...

--
Herbert

Responder a