Pessoal nem vou ficar escolhendo pra quem vou mandar essa. Estou sem tempo nem 
saco pra ficar separando.rsrs. Vou responder ao Danilo e copiar a todos.
 
Danilo, sem comentários. Os marajás da mídia (Civita, Mesquita, Abravanel, 
Marinho,etc), terceiro poder, sempre impuseram suas idéias a pessoas que se 
julgam ‘elite do país’, dizem que quem vota no Lula, Dilma, etc, é que são 
manipulados, ignorantes, carentes, etc. Tem quem cite até Goebbles para 
desqualificar qualquer inteligência contrária! Geralmente pessoas que nem estão 
dispostas a descobrir novas idéias ou discutir coisas produtivas. Aos 
intelectuais que votam na esquerda restam ácidas críticas, na tentativa de 
desqualificação. Bons, sempre, são os que fazem como eles querem. O resto é 
designado como a escória que não deveria nem ter acesso a uma urna. Ouvi alguém 
dizer que onde há fome não há democracia, para justificar a atitude e a real 
vontade subdesenvolvida e golpista dessas pessoas. Eu digo que em minha casa 
não 
passo fome, e a despeito disso, continuo votando em Dilma. Nessa lógica então 
ao 
menos eu, poderia ter meus direitos democráticos respeitados? Posso, mesmo sem 
depender de ‘bolsa família’ e outros programas sociais, votar em um governo que 
está fazendo, aos poucos, o que a poucos anos, eu sonhava para o Brasil?
 
É como conversamos outro dia pessoalmente: Existem algumas pessoas às quais não 
interessa ‘apenas’ ela estar bem. É necessário, para insuflar seus egos, seus 
prazeres, que alguém esteja mal. O estreitamento da distância financeira entre 
as diferentes camadas sociais, seja ele promovido de qualquer maneira, é 
considerado um incomodo, patético e entediante para uma parcela rica que se 
orgulha de ter ‘estudado e trabalhado tanto na vida’, e por isso, julgam que 
nada mais justo o ‘status quo’. Na verdade, intrínseco está um complexo de 
inferioridade, do qual se faz sintomático toda a soberba, arrogância de quem se 
julga superior por seus feitos e conquistas. A elas nunca caberá a satisfação, 
nem o arrefecimento da ansiedade, que as impulsionam a aumentarem suas 
conquistas para estarem sempre mais distantes da ‘gentalha’. Porque ? Medo. Até 
de admitirem que vivemos eterna e simplesmente em uma guerra puramente 
ideológica, onde ninguém é dono da razão. E assim correm justificando o 
golpismo 
baixo e truculento. Bem a cara do Zé Pedágio.
 
 
Adriano da Silva
Diretor Estratégico
L.A Sistemas de Informação Ltda
www.microwaresistemas.com.br
Tel/Fax: +55 19 3405-7525
Celular: +55 19 9299-2448
 
De:Danilo Salvador [mailto:danilo.sa...@gmail.com] 
Enviada em: quarta-feira, 1 de setembro de 2010 23:40
Para: adri...@microwaresistemas.com.br; felipe.caran...@gmail.com; Flávio 
Mendonça Salomão; Marina Francoi; Gabi Balan; Flora Cavalieri; Marina Ferreira 
Cavalieri Millioti; Elias de Paiva Junior; Álex (pastel80); Gustavo Kuninari; 
Farmacia Bioquimica USP; Farma USP - 84 FCFRP-USP; Turma 83 Farmácia USP; BOTO; 
Lígia Canineo Lux; Ligia Engler; Marcus Zago; pa...@yahoo.com.br; Lucas 
Próspero; Má Marques [Flor]; Milena Locci de Oliveira; vania...@uol.com.br; 
Camila Rodrigues; Bruna Bastos; Sante Emmanuel Imae Carone; 
rosanin...@hotmail.com; Micheli Bueno Freire; LabPasteur - Jose Roberto
Cc: ●๋• Pá ●๋• Poiani (Pirok); Armando / Ovelha ,]~; Caaa ☆[JADE]; Camila 
☆Camis/Sobra; Carolina . Ferraciolli; Cláudia Csizmar; Daisy Machado - Ruela; 
EU 
oOoOoOoO; F .; Fernanda Panontim; Flavia Helena; Gino [Girico] De Sicco; Iury 
Guilherme - live the full on; Juliana M. L. [Larika]; LUX ...; Maria Maria...; 
Milena Ribeiro Carneiro(#RoLiNhA#); Nojo; Pedro de Mattos; Raphael D. Capitani 
- 
TanGa; Sandra Salvador (*ิ.*ั); Tatiana Rodrigues França; Ve Sembenelli.; 
Victor 
Augusto [Grafite]
Assunto: Fantástico - Força Brasil
 
Jornalismo sério pra que? Mídia golpista e manipuladora. Será que um dia isso 
acaba? 

E ainda reclamam, dizendo que o governo censurar, e isso, e aquilo. A veja 
defendia com unhas e dentes o Collor e seu estilo enérgico e hoje mascara, 
inventa e defende a direita. 

Jornalismo parcial é uma coisa, jornalismo golpista é outro.
Repasse se julgar necessário.

Abraços

Danilo Salvador


ps: Serra dizendo na TV que está sendo alvo da mídia e da Dilma, assim como 
fizeram com Lula contra Collor em 89? Só rindo mesmo Zé Pedágio.
 
De Collor a Serra, o panfleto ‘Veja’, sempre abraçado à direita
com 17 comentários
:: Atualizado às 11h40 de 23 de abril de 2010
A seguir, uma pequena amostra do #JornalismoDeEsgoto da revista ‘Veja’, 
planfleto de direita que circula semanalmente nas bancas do país. Confira como 
a 
mesma revista que insuflou a candidatura Collor, foi dócil com FHC, tentou 
emplacar Alckmin e, agora, Serra.
As capas abaixo vão de 1988 (“Collor de Mello, o caçador de marajás”) a abril 
de 
2010 (“Serra e o Brasil pós-Lula”).
Como contraste, uma outra amostra menor de como ‘Veja’ trata Lula, já como 
presidente da República.
Para saber mais sobre a revista ‘Veja’ e seu jornalismo de esgoto, duas 
leituras 
imperdíveis:
O caso de Veja, por Luís Nassif
Campanha Veja que Mentira
 
Via blog “Diário de Bordo“, descobrimos que a mais recente capa de Veja é um 
plágio da capa da revista “Time” após a vitória de Obama.
Confira:
 
Além de fazer propaganda de José Serra (PSDB) em sua capa, a editora Abril foi 
além. Como demonstrou o blog Conversa Afiada, mantido pelo jornalista Paulo 
Henrique Amorim, a empresa imprimiu cartazes que já podem ser vistos em algumas 
bancas da cidade de São Paulo.
Confira:
Vale lembrar as eleições de 2006, quando, entre o primeiro e o segundo turno, a 
mesma Editora Abril espalhou pelo país um outdoor com a capa que ostentava a 
foto de Geraldo Alckmin (PSDB), então candidato à Presidência da República, com 
a manchete pra lá de positiva: “O desafiante”.
Confira:
Dias após a veiculação da propaganda ilegal acima, a Justiça Eleitoral 
determinaria a retirada dos outdoors, conforme matérias de arquivo da Folha 
Online e Conjur.
E, para completar a sessão de bizarrices da semana, a revista Veja festeja (!) 
o 
‘viral’ em que sua capa teria se transformado. “A fisionomia sorridente e 
descontraída do tucano levou muita gente a imitar sua pose no site”, dia a 
revista, mais uma vez desmascarada, incluída aí a própria autora da ironia não 
percebida ou omitida por Veja e outros.
Como a Veja vê o mundo (via Tulio Vianna):
Como o Professor Hariovaldo vê o mundo:
O mundo, e a crítica da autora do blog ‘Pergunte ao Pixel’, Cristina Lopes:
[...]
Você viu a foto do Serra na Veja desta semana? Meigo. Imitando descaradamente a 
foto do Obama na Time. Como ainda se faz esse tipo de ridículo, não entendo. 
Lembro quando uma prima foi pela primeira vez a New York e voltou contando que 
havia um apresentador com um programa igualzinho ao do Jô Soares. E eu morri de 
vergonha alheia pelo Jô – imitar a paradinha da banda era demais pra minha 
cabeça. Mas agora, gente, temos a internet. Qualquer deslize será apontado e 
maximizado.
O ridículo da capa da Veja, pra mim, nem é a tentativa de meiguice num rosto 
reconhecidamente carrancudo – apesar de ser patética a tentativa de seguir a 
estratégia do Lulinha Paz e Amor de 2002. É a cópia, colonizada, da Time. Veja 
o 
que nos espera – um trocadalho do carilho, hein?
E tendo batido papo sobre isso, ou nem tudo, no twitter, propus ontem uma 
campanha zombeteira: mude seu avatar, imitando a foto do Serra na capa da Veja. 
Vários tuiteiros – ok, mulherada a maioria – adotaram. A timeline, como você 
pode ver pelo print screen acima, ficou toda meiga.
É só uma besteira, um motivo pra dar aquele sorrisinho de canto de boca no meio 
do dia. Sincero.
[...]
http://pergunteaopixel.blogspot.com/2010/04/meiguice.html
 
Leia direto da fonte: 
https://mandatocoletivo.wordpress.com/2010/04/17/de-collor-a-serra-o-panfleto-veja-sempre-abracado-a-direita/



      

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

Responder a