Em 05/02/07, Alexandre Strube <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:


2007/2/5, Eric Jardim <[EMAIL PROTECTED]>:
>
>
> Não adianta dizer que existe "plugin Flash pra Linux". Isso não basta.
> Ficaremos eternamente dependente da Adobe. Até hoje, por exemplo, não existe
> este plugin para 64bit, abrigando os usuários a utilizar a versão 32bits do
> SO (ou pelo menos emular uma parte do sistema em 32bits). Isso é
> vergonhoso.



Impressão minha ou o mac os x tem um flash de 64 bits?


Sinceramente não sei. Não sei se você já ouviu falar nesse problema do
Flash, mas eles não podem simplesmente recompilar o Flash pra 64bits, pois o
código deles tá cheio de códigos dependentes do hardware (escritos em
assembly). Pode ser que a versão Mac seja mais simples, devido à própria
arquitetura do Mac.

Independete disso, pense que o código assembly que eles usarão pra versão
Windows (Intel) será o mesmo (ou muito próximo) do que eles vão utilizar
para a versão "Linux", afinal é Intel. Enfim, estamos nas mãos deles. Se
existisse uma padronização para arquivos SWF aberta, pode ter certeza de que
já existiria um plugin aberto. Até mais de um

Eu admito ser usuário do plugin Flash. Mas estou pensando seriamente a
começar a boicotar este tipo de coisas, ou pelo menos exigir que alguns
sites não utilizem de forma descontrolada. O Java já foi liberado pela GPL.
Agora é a vez do Flash. (*)


(*) O gozado é que o pessoal ficava achando que não era possível lucrar com
licenças GPL. E para estas empresas que tem medo, a GPL tem se mostrado mais
adequada para aqueles que não querem que os outros incluam seu código sem
pelo menos abrir mão do seu. Apologias a GPL a parte, é uma granda surpresa
pra alguns. Isso mostra o quanto RMS é visionário.


--
Eric Jardim
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://mail.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a