Em busca da atual política de TI encontrei alguns projetos no site da
Secti postei somente os titulos o conteudo de cada projeto pode ser
lido em http://www.secti.ba.gov.br/

PROJETOS ESPECIAIS

01. PARQUE TECNOLÓGICO
02. Programa de Inclusão Sócio-Digital do Estado da Bahia

PROJETOS ESTRÁTEGICOS:

01. Estruturação do Instituto Baiano de Biotecnologia - IBB
02. Estruturação do Instituto de Pesquisa em Energia e Ambiente - ENAM
03. Incubadora de Pós-Graduação
04. Rede de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais do Estado da Bahia
05. Programa de Fortalecimento da Atividade Empresarial
06. Bônus Metrologia
07. Programa de Biodiesel da Bahia
08. Rede Bahia de Tecnologia
09. A Ciência é de Todos
10. Rede de Apoio aos Municípios - RETEC Municípios
11. Caracterização e Certificação Ambiental do Complexo Portuário do Estado
12. Purificação de Santo Amaro
13. Quali.Info
14. Condomínio Digital
15.Instituto de Energia e Ambiente – ENAM
16. Pólos Regionais de Tecnologia da Informação
17. Fortalecimento do Pólo de Informática de Ilhéus
18. APL de TIC
19. Informatização MPE – Micro e Pequenas Empresas
20. Informatização Prefeituras
21. Melhoria da Infraestrutura de transmissão de dados – REBAV
22. Fortalecimento da Base Acadêmica
23. Tendências tecnológicas
24. Atração de grandes empresas

PROJETOS FOMENTO

01. Programa de Bolsas de Estudos no País
02. Programa de Apoio à Instalação de Doutores no Estado da Bahia – PRODOC
03. Programa de Fortalecimento da Infra-estrutura de Pesquisa
04. Programa Redes Cooperativas de Pesquisa - RECOPE
05. Programa de Tecnologias para Arranjos Produtivos Locais – APL
06. Programa de Cooperação Internacional – INTER
07. Programa de Capacitação em Engenharia para o Desenvolvimento do
Estado da Bahia – PROCEDE
08. Editais Temáticos
09. Programa de Fortalecimento do Ensino de Ciências e Matemática -
PRÓ-CIÊNCIAS
10. Programa Bahia Inovação

A pergunta que fica é em que pé todos esses projetos se encontram, tem
alguns que tem participação e uso do Software Livre, será que os
demais não poderiam ter? mais e ai teriamos demanda de "mão de obra
qualificada" para "dar conta do mercado" ? E se esses atuais projetos
não estiverem andando, Como poderiamos ajudar mais ainda a SECTI?
Estamos totalmente organizados a tal ponto de oferecer uma Politica de
TI equivalente ou melhor que funcione realmente?

Eu vejo as coisas com duas dimensões. uma que cresce de fora para
dentro que seria as ações maiores de politicas do estado e a outra é a
que cresce de dentro para fora.. que são as pequenas ações feitas nos
municípios, povoados.


Em 08/04/08, Nelson Pretto <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> Ola lista!
> 1. alexandre, contra a indústria farmacêutica lutamos sim. eu luto., onde 
> tiver espaço, tenha certeza disso. inclusive numa lista de SL, pois acho que, 
> NO FUNDO, é a mesma coisa. E vale pela concentração do poder da mídia, pela 
> desmatamento, e por aí vai!!!
>
> 2. e, no caso, é a mesma coisa do fato em questão. Num momento de crise como 
> esta, na saude e na ausência de uma politica de TI mais consistente para o 
> Estado, tem sentido um dirigente máximo do estado ir para um reunião a 
> convite, por exemplo, da industria farmacêutica que quer vender um remédio X, 
> sem análise técnica, para um estado que, se topar, vai comprar bilhoes de 
> unidades a zilhoes de euros?!!! Claro que não...
>
> 3. o deputado Walter Pinheiro nao foi à essa reunião, foi contra a ida do 
> Governador e continua, pelo que sei, continua lutando pelo SL e por uma 
> politica de Ti mais consistente para a BA. Tenho contato com ele, pelo seu 
> papel nesse cam po, e afrei chegar a ele a insatisfação de Isamar. Político 
> (e que trabalha como ele) não pode deixar de responder às demandas da 
> soceidade ( e de seus eleitores, né?!)
>
> Portanto meus caro, não é "briga", não é baixaria, não é picuinha: é 
> política, SIM.
>
> Autoridade pública tem que dar conta do que faz.
>
> Política consistente se faz com ações consistentes. Cidadania, é - entre 
> tantissimas coisas! - estarmos atentos às ações de todos os atores em todos 
> os lugares. Alguém disse aqui: ninguem convida ninguem para banquete se não 
> tem um sobremesa a ser pedida.. e os métodos são os mais esdrúxulos... 
> seguramente ele não vai chegarde lá com um acordo assinado ... mas.... só 
> deus sabe o que pode estar se passando...
>
> Por isso temos que questionar...
>
> abraços animado pela discussão
>
> neslon pretto
>
>
>
> 2008/4/5 Leandro Nunes dos Santos <[EMAIL PROTECTED]>:
>
>
> > Olá Alexandre,
> >
> >
> > > Sei qual o contexto dessa lista. Sim, eu li. Eu a leio há anos. O
> >
> > > software livre é movimento político agora?
> >
> > Parece que você leu a lista a tanto tempo, mas não percebeu  espírito
> > da coisa :)
> >
> > Não podemos separar o movimento do software livre da política. Na
> > verdade não podemos disassociar nenhuma atitude/positicionamento que
> > tomamos da política. Todas as suas ações/decisões são um
> > posicionamento político que você está tomando em relação a alguma
> > coisa e o apoio ao software livre é somente uma delas ;)
> >
> >
> > > Vão fazer uma petição pelo quê, exatamente?
> >
> > Agora tenho que concordar com você ainda não há o que se questionar
> > pois não se sabe o objetivo da reunião e como Pinheiro estava lá
> > presente duvido muito que saia algum acordo bizarro de lá, caso haja
> > realmente motivo para se reinvidicar apoio a decisão de escrever o
> > manifesto ;)
> >
> >
> > T+
> >
> > Dois Axé!!!
> >
> > -----
> > "Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível e de repente 
> > você
> > estará fazendo o impossível."
> >                                    São Francisco de Assis
> >
> > Leandro Nunes dos Santos
> > Bacharel em Ciência da Computação - UFBA
> > Membro do Projeto Software Livre Bahia - www.psl-ba.softwarelivre.org
> > Membro da Colivre - www.colivre.com.br
> >
> >
> >
> > Citando Alexandre Strube <[EMAIL PROTECTED]>:
> >
> >
> >
> >
> >
> > >
> > > 2008/4/5 Rafael Gomes <[EMAIL PROTECTED]>:
> > >
> > >> Alexandre,
> > >>
> > >> Você realmente sabe qual o contexto dessa lista???
> > >>
> > >> Acredito que não entendeu o foco da conversa.
> > >>
> > >> Não estamos querendo criar demônios. Por favor, não responda mensagens
> > >> como essa. Só gera confusão! Flames desnecessários. Se não tem nada a
> > >> acrescentar, não atrapalhe. Tente entrar em uma lista que discuta os
> > >> assuntos que relatou e reclame com eles sobre esse tipo de coisa.
> > >>
> > >> Não quero ser grosso. Releia esse texto quantas vezes for necessário que
> > >> que entenda isso.
> > >>
> > >> Em 04/04/08, Alexandre Strube <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> > >> >
> > >> > Meu, que exagero! Parem de criar demônios. Se vocês querem protestar
> > >> > contra uma viagem paga, por que não vejo ninguém reclamar da indústria
> > >> > farmacêutica? Que deixa morrer gente em nome do DRM deles?
> > >> > Se informem, antes de sair falando bobagem.
> > >> >
> > >> >
> > >> Rafael Gomes
> > >> Consultor em TI
> > >> ITServ - Tecnologia com Segurança
> > >> (71) 8146-5772
> > >> _______________________________________________
> > >> PSL-BA mailing list
> > >> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> > >> https://mail.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
> > >>
> > >
> > >
> > >
> > > --
> > > []
> > > Alexandre Strube
> > > [EMAIL PROTECTED]
> > >
> >
> >
> >
> > _______________________________________________
> > PSL-BA mailing list
> > PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> > https://mail.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
> >
>
>
>
>
> --
> Nelson Pretto
> HTTP://Www.pretto.info
> ====novos número================
> CELULAR ÚNICO: +55 71 8779 1906
> NOVO NA FACED/UFA: +55 71 3283 7205
> _______________________________________________
> PSL-BA mailing list
> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> https://mail.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
>



-- 
Atenciosamente,

Eduardo P. Figueredo Júnior
Linux user: 337019
Atrevidos.com.br
Orca Linux Consultoria
Impacto Publicidade
Tel.: [74] 8815-4743
Irecê-Ba
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://mail.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a