Olá rapidamente,

Esta situação tá muito parecida com o anúncio de que seria criado centro de
pesquisa m$ na UFBA, mas ninguém (nem o reitor) ouviu falar.

Reflitam.

2008/5/14 Rafael Gomes <[EMAIL PROTECTED]>:

> Pessoal,
>
> Estou encaminhando um e-mail que pode ser base de argumentos. Inclusive
> solicitei que o Claudio entrasse em nossa lista do PSL-BA para que
> pudessemos discutir esse assunto melhor.
>
> Obrigado,
>
> ---------- Forwarded message ----------
> From: Claudio Felipe Bernardo <[EMAIL PROTECTED]>
> Date: 2008/5/14
> Subject: English for All - Bahia - Wagner, diga não às drogas!
> To: [EMAIL PROTECTED], [EMAIL PROTECTED]
>
>
> Rafael,
>
> Li sua mensagem no Dicas-L e vejo com muita preocupação estas iniciativas
> que recorrentemente assolam as mentes de nossos governantes.
>
> Aqui na cidade de São Paulo há uma intenção do Prefeito em retirar o
> software livre dos Telecentros municipais.
>
> O estado de São Paulo tem o Acessa (
> http://www.acessasp.sp.gov.br/html/index.php ) que utiliza software livre
> em todos os pontos de presença, não digo que estamos 100% livres porque
> temos em uma localidade portadores de deficiências (Associação de
> deficientes visuais e amigos - ADEVA) e para estes cidadãos utilizamos o
> software proprietário JAWS (caso você saiba de uma solução livre, ficaríamos
> muito gratos).
>
> Ah, principalmente, não temos a mínima intenção em mudar para software
> proprietário. Estamos felizes com o SL. Assim como os nossos felizes
> usuários.
>
> Mas minha atenção foi tomada pela citação do programa "english for all".
>
> Você tem mais detalhes sobre este programa? Quem são as pessoas por trás
> deste programa?
>
> Eu sou voluntário (volunteacher) de uma ONG (
> http://www.englishforall.org.br ) que tem como proposta o ensino da língua
> inglesa como uma forma de auxiliar o pré-adolescente e o adolescente a
> conquistar, com autonomia, seus ideais.
>
> A ONG se alia a outras ONGs que trabalham com educação de jovens carentes,
> complementando, dessa maneira, a sua ação educacional. Os cursos são
> gratuitos e a organização se responsabiliza pelo recrutamento, capacitação
> dos voluntários e por todo o material didático usado. Em contrapartida, a
> entidade parceira oferece a sala de aula, organiza grupos de 5 a 15 alunos e
> insere 1 hora de aula semanal na grade de atividades.
>
> Não sei como o nome English for All pode estar associado a uma atividade aí
> na Bahia e isto me preocupa. A ONG não tem ainda representantes em seu
> maravilhoso Estado.
>
> Se possível, gostaria muito se você pudesse me dar mais informações sobre
> esta "english for all" que está aí se associando a esta iniciativa do
> Governador da Bahia.
>
> Atenciosamente,
>
> Cláudio Felipe Bernardo
> Analista de Informática
> PRODESP
>
> 'Dois motivos pelos quais as pessoas dizem não às nossas idéias:
>
>      - Mas isto já foi feito antes!
>      - Mas isto nunca foi feito antes!'
>
> Registered User #356157
> Linux Counter: http://counter.li.org/
>
> http://www.linkedin.com/pub/7/717/729
>
>
>
> --
> Rafael Gomes
> Consultor em TI
> ITServ - Tecnologia com Segurança
> (71) 8146-5772
> _______________________________________________
> PSL-BA mailing list
> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
>



-- 
Mauricio B. C. Vieira
http://mauriciovieira.net
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a