Isso se efetivado, será uma grande conquista da comunidade baiana de
Software Livre, pois isso foi construido por vocês, que se indignaram quando
foi utilizado seu recurso de forma indevida e esteve lá presente em todas as
nossas manifestações!

Agora sim, parece que estaremos vislumbrando uma luz no fim do túnel!

Valeu Raul!

2008/9/24 Raul Libório <[EMAIL PROTECTED]>

> *Formação de comitê do software*  *livre é debatida na Assembléia*
>
> Ocorreu na tarde de ontem, na sala Herculano Menezes da Assembléia
> Legislativa, audiência pública para formação do comitê de cooperação técnica
> na área de software livre. O evento foi proposto pelo presidente da Comissão
> de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público, o deputado
> Bira Corôa (PT).
>
> Além do petista, participaram da mesa dirigente dos trabalhos o secretário
> da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação (Secti), Ildes Ferreira, o
> diretor regional do Serpro-BA, Dílson Santos, o diretor-presidente do
> Serpro, Marcos Mazonni, o presidente da Prodasal, Maurício Silva Simões
> Ramos, o diretor-presidente do Prodeb, Elias de Oliveira Sampaio, Virgílio
> Barreto, da Uneb, e Delmar Carvalho, da Uefs. Além da presença de
> representantes do Serpro, das universidades públicas da Bahia e empresas
> públicas de tecnologia da informação e comunicação.
>
> O deputado Bira Corôa abriu a audiência pública dizendo que, após quatro
> meses de discussão e debates em diversos setores, foi apontada a importância
> de criar um conselho estratégico para implantação de política de software
> livre, proporcionando avanço tecnológico e afirmação da democracia.
>
> Para o secretário Ildes Ferreira, é motivo de alegria estar comprometido
> com o projeto em parceria com diversas organizações. "Esse comitê é uma
> opção política, um compromisso de implantar o projeto para democratizar a
> informação e é necessário que o projeto seja ampliado."
>
> *BENEFÍCIO*
>
> Na opinião de Marco Mazonni, diretor do Serpro, a implantação do software
> livre é um benefício coletivo, uma forma unificada de encontrar melhores
> caminhos para o objetivo a ser alcançado de forma segura e sem os
> preconceitos que envolvem o sistema de tecnologia. Para ele, devem ser
> aproveitados os ganhos que a humanidade construiu e compartilhar de forma
> solidária com a sociedade, oferecendo projetos que sejam accessíveis a todos
> como geração de emprego e renda ao povo baiano.
>
> De acordo com o diretor do Prodeb, Elias Sampaio, este será um dos meios de
> disseminação, implantação e desenvolvimento do *software *livre em toda a
> sociedade. "A Bahia hoje refundou a proposta de Tecnologia e Ciência no
> estado e criou um sistema de tecnologia e informação", afirmou.
>
> Os representantes da Uneb e Uefs, Virgílio Barreto e Delmar Carvalho, se
> colocaram totalmente à disposição para colaborar e participar desse novo
> projeto, declarando ter sido uma iniciativa importante e fundamental para o
> cenário universitário. "É o momento estratégico para pensar no uso de novas
> tecnologias. Apoiamos totalmente o trabalho para contribuir com o
> desenvolvimento social e econômico da Bahia", declara Virgílio.
>
> O diretor regional do Serpro-BA, Dílson Santos, expôs a sua alegria de
> consolidar o comitê técnico de desenvolvimento de *software* de código
> aberto para empresas de tecnologia e universidades públicas da Bahia. "? um
> modelo que vamos levar para todo o Brasil", conclui.
>
> A audiência foi encerrada com o deputado Bira Corôa reafirmando sua
> satisfação de contribuir com mais essa ação, que servirá como elo para
> implementação do processo democrático, além de defender o interesse da
> sociedade para que tenha condições iguais de acesso, um eficiente manuseio e
> diminuição do custo. "? um papel importante no processo de aprendizado,
> esperamos acertar mais do que errar, já que diversos setores estão juntos
> para conduzir e consolidar esse comitê", conclui.
>
> Farão parte do comitê Antonio Cláudio Ventura Vianey e Leopoldo Batista
> Souza Neto, representantes do Serpro; Willian Bugarin e Eduardo Alex Melo
> dos Santos, representando o Prodeb; Claudete Mary de Souza Alves e Eduardo
> Henrique Lima, da UFBa; José Craveiro da Costa Neto e Jauberth Weyll
> Abijaude, da Uesc; Marco Luciano Brasileiro de Azevedo e Delmar Broglio
> Carvalho, da Uefs; Julio César de Jesus e Karcius Rosário Assis, da UFRB;
> Cláudia Magalhães e Nailton Portela, representando a Prodasal; Virgílio
> Miranda Barreto e Benjamin Ramos Filho, da Uneb; Max Santana Rolemberg
> Farias e Jonildo Martins Cordeiro da Univasf e, por último, Vanessa Branco e
> Cristiano Barreto, da Secti. Como coordenador do Comitê, Carlos Stucki,
> coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação. Foi lembrado por
> Dílson Santos que o convênio só será validado no momento em que forem
> apresentados planos de trabalho.
>
> --
>
> Raul Libório
> UniJorge Redes - www.redesfja.com
> rauhmarutsªhotmailºcom
> Linux user#4444581
>
> " Se você tem uma maçã e eu tenho uma maçã e, em seguida, trocarmos as
> maçãs, eu e você ainda teremos uma maçã cada um. Mas se você tem uma idéia e
> eu tenho uma idéia e trocarmos essas idéias, então cada um de nós terá duas
> idéias. "
>
> George Bernard Shaw
>
> Dúvidas: enviar para /dev/null
>
> _______________________________________________
> PSL-BA mailing list
> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
>



-- 
Rafael Gomes
Consultor em TI
Embaixador Fedora
LPIC-1
(71) 8709-1289
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a