Ah, vou entrar nessa DR aqui rsrrsrsrsrrs .... e tb me dirijo a todos que
tenham o mesmo bloqueio/timidez.

O atual grupo ativo é bem misto em relação a serem estudantes, professores e
outros profissionais de várias instituições. São poucos mas são de lugares
diversos.
Além disso, a lista tem sido usada por muitas pessoas e bem diferentes das
que escreviam nos primeiros anos do coletivo.
Claro que com o tempo o povo vai se conhecendo e se tornando amigos, mas
muitas dessas amizades foram criadas aqui!

Acho que se alguém faz um convite aqui na lista é para todos os mais de 200
inscritos que se interessarem. Não duvidem que se fosse algo de panelinha,
estaria sendo enviado o email para a lista da panelinha e não aqui.
Acho que o receio de aparecer nas confraternizações é natural, mas que passe
com o tempo.

E não precisa ser apenas nas confraternizações, tem os eventos aí. Entendo
que durante o evento é meio complicado para a org dar atenção a todos, mas
os palestrantes ficam por lá e sempre conversam com quem conhece ou não.
Basta sermos mais proativos. E se fazemos eventos, não é apenas para rever
amigos, é para ver mais caras novas principalmente. Apareçam!

Mas para participar da organização de um FSLBA, por exemplo, tem que assumir
responsabilidade, não dá para ficar na platéia.

Para o próximo come água que marcarmos, apareçam, pls. Usem uma camisa nerd
para facilitar a aproximação, peçam mais um copo (para cerva, refri, suco ou
água) e vamos falar da vida, família e uma porção de coisas nerds, ok? ;-)

Beijos.
 Mônica Paz

2009/8/10 Vitor Vilas Boas <vi...@vitorvilasboas.com.br>

> Entendo, e reconheço, tanto que citei no texto que muitos vão na empolgação
> para ajudar e no dia seguinte largam de mão o trabalho para outros fazerem e
> se tratando de eventos isto é inaceitável. Mas nem todos são assim, poucos
> tem o SL como meio de sobrevivência, poucos tem um filho para dar comida e
> dependem exclusivamente de Softwrare Livre para realizar tal tarefa, eu digo
> isso porque sei o quanto é difícil trabalhar com SL em Salvador, onde é tudo
> muito fechado e atrasado.
>
> Esse lance de "Mostre trabalho antes de falar" é correto, mas muitas
> pessoas não tem habilidades específicas como dar palestras, eu mesmo já
> palestrei 3 vezes sobre BROffice para funcionários da minha instituição, mas
> é muito difícil falar em público. Também programar, não é todo mundo que
> sabe, mas as pessoas tem outras habilidades e tal. É um tanto expansivo esse
> lance de mostrar antes de falar, será que não seria legal as pessoas verem
> as reuniões marcadas aqui na lista e participarem? Eu gostaria de fazer isso
> e na próxima oportunidade e farei, espero que outras pessoas façam também e
> que continuem porque sinto uma imensa falta de ter alguém pra bater papo
> relacionado ao SL e também fazer novas amizades e assim abrir os horizontes
> e etc.
>
> Abraços
>
>
> Em 10-08-2009 09:28, Rafael Gomes escreveu:
>
>  Vitor,
>>
>> Esse ponto posso dizer por conhecimento de causa.
>>
>> Essa mítica que existe alguma espécie de "panelinha" não é de toda
>> verdade. Eu sou da Unifacs, nunca estudei na UFBA e somente agora
>> depois de ANOS, vim trabalhar aqui no CPD da UFBA, e posso dizer, meu
>> entrosamento com os antigos estudantes não influenciaram diretamente
>> para minha transferência, talvez quando precisei decidi, que dai
>> conversei com alguns deles (Valeu Terceiro!).
>>
>> Voltando ao assunto... Posso dizer que essa "lenda" foi muito dita na
>> comunidade por conta de um simples detalhe que venho percebendo agora
>> também.
>>
>> Esses ativistas do SL já passaram por bastante coisas, já viram MUITAS
>> pessoas empolgadas que largaram seus afazeres no dia seguinte. Sendo
>> assim não dá pra ficar alegre e receptivo depois de passar muito por
>> isso.
>>
>> A idéia do "show me the code[1]" pode ser dura para quem está
>> começando, mas é a única maneira para filtrar esse tipo de frustração.
>>
>> Veja que venho realizando palestras nesse ultimo semestre por vários
>> locais e não houve nenhum novo membro trabalhando ativamente por conta
>> disso, claro, entendo que isso não é simples e que cada um tem seus
>> afazeres, mas isso vai deixando as pessoas mais duras e menos
>> otimistas quanto a isso.
>>
>> Vejo que as pessoas da rotulada "panelinha" fizeram a história do SL
>> aqui na Bahia, foram elas que "aos trancos e barrancos" fizeram os
>> FSLBA e o ultimo ENSL e é ela que realmente contribui com o SL em
>> Salvador.
>>
>> Pode ter certeza que ela não é apenas composta por ex-alunos da UFBA,
>> mas por alunos da Área1, Unifacs e outras.
>>
>> Veja que esse texto não está sendo direcionado para você, não é uma
>> dura nem nada do tipo, apenas uma resposta ao um tipo de pensamento
>> comum que rola pela comunidade baiana ultimamente.
>>
>> Como disse no inicio do texto, posso dizer por conhecimento de causa.
>>
>> Sendo assim sempre que alguém chamar para uma confraternização, não
>> deixe de ir, eles costumam a ser bem legais quando estão bebendo.
>>
>> Obrigado,
>>
>>
>> Links do texto:
>>
>> [1] - Mostre trabalho antes de falar
>>
>> Rafael Gomes
>> Consultor em TI
>> Embaixador Fedora
>> LPIC-1
>> (71) 8146-5772
>> Fedora Talk : 5103520
>> _______________________________________________
>> PSL-BA mailing list
>> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
>> https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
>>
>>
>>
> _______________________________________________
> PSL-BA mailing list
> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
>



-- 
Mônica Paz
Mestranda em Comunicação - UFBA
http://monicapazz.blogspot.com
http://twitter.com/monicapazz
http://ensl.org.br/
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://listas.dcc.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a