Antecedentes: Wikileaks mais uma vez desafia o
Império<http://prod.midiaindependente.org/pt/blue/2010/11/481647.shtml>|
Por
dentro do Wikileaks: a democracia passa pela transparência
radical<http://prod.midiaindependente.org/pt/blue/2010/12/481769.shtml>

É impossível parar
Wikileaks!<http://prod.midiaindependente.org/pt/blue/2010/12/481921.shtml>

O site Wikileaks <http://wikileaks.ch/> vem sofrendo todos os tipos de
ataques e censuras. Desde ataques eletronicos como o DDoS que é um tipo de
ataque onde vários robos acessam o site ao mesmo tempo tornando impossível
que outras pessoas consigam acessa-lo. O ataque DDoS sofrido por Wikileaks
tomou cerca de 10Gigabits de banda de internet, deixando o site inacessível
para todo o mundo.

Uma forma de contornar o problema foi mudar o site de servidor, para isso
Wikileaks começou a usar serviços de hospedagem da empresa Amazon, que
devido a pressão política do governo dos EUA acabou desligando os
servidores. Agora Amazon é alvo de criticas de todo o mundo, inclussive
Daniel Ellsbergh que vazou o famoso 'Papeis do Pentágono', esta chamando um
boicote à empresa. Principalmente porque outra provedora, desta vez a
francesa OVH recusou fazer o mesmo. Recebendo pressão de políticos da
França, a OVH respondeu que não são políticos ou a OVH que pode decidir
desligar ou não um servidor, tem que ser um juiz. Ou seja, o servidor, ou
melhor, quem é responsável por ele, tem o direito de se defender perante a
justiça e somente um juiz pode dizer se ele deve ou não ser desligado.

Depois foi a vez do servico de DNS (onde você configura um domínio para
apontar para um endereço de IP) everydns.com <http://everydns.com/news> que
também removeu o domínio Wikileaks.org de seus servicos, alegando que os
ataques DDoS estavam prejudicando outros usuários.

Mais uma vez Wikileaks teve que 'burlar' o sistema e lançou o domínio
Wikileaks.ch. Mas como internautas de todo o mundo vem alertando as
autoridades e empresas que querem censurar o site, *TODOS SOMOS WIKILEAKS*.
Wikileaks é uma idéia, não é uma pessoa ou um computador.

E foi assim que a comunidade mundial, em ação direta e espontanea, mostrou
que não será possível calar Wikileaks tão fácil. Em algumas horas, diversas
pessoas de todo o mundo começaram a hospedar uma 'cópia' do site em seus
próprios servidores. Espalhando diversos 'wikileaks' pelo mundo. As pessoas
vem usando seus próprios domínios para manter as informações disponíveis
para o público. Você vai encontrar por aí http://wikileaks.indymedia.org/,
http://wikileaks.indymedia.org.uk/, http://wikileaks.lalistadesinde.net/,
http://wikileaks.insertco.in/, http://wl.ownage4u.nl/,
http://wikileaks.teoriza.org/ e por aí vai! Para ter uma noção da dimensão
desta ação, faça uma busca no site Twitter <http://twitter.com/> pela *tag*'
*#savewikileaks*' e você verá a enorme quantidade de espelhos/cópias que
estão surgindo.

Wikileaks se multiplicou pela internet como uma praga que nenhuma autoridade
ou empresa consiguirá controlar! Se você tem um servidor e um domínio baixe
o site wikileaks e crie também uma cópia/espelho!

*No momento a melhor forma de baixar é:*
*wget -m http://wikileaks.nl*

Atualizações sobre como espelhar o site
Wikileaks.<http://etherpad.mozilla.org:9000/wikileaks>
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://listas.dcc.ufba.br/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a