[vou responder em 2 partes: uma sobre a meta-discussão, e outra sobre o
que interessa. Primeiro a meta-discussão]

Luiz Paulo Colombiano escreveu isso aí:
> Opa Terceiro,
> 
> Vi seu email ontem pela noite e acabei somente podendo responder hoje. 
> #cansaço
> 
> Foi mal aí. #desculpa_esfarrapada
> 
> Mas ainda concordo com o texto Terceiro. Tudo bem que isso aqui não é
> mais uma Brastemp... Mas no fundo cabe a quem ficou transformar essa
> massa amorfa e insossa que virou a lista e o propio papel do PSL-BA.
> 
> Esse negócio de #mimimi, de nostalgia a um tempo feliz não irá
> transformar isso aqui.
> 
> Mas enfim, não quero que entenda como algo direcionado a ti. Por favor
> não é isso. O email é em resposta ao seu mas é direcionado a tod@s do
> dessa comunidade, inclusive a mim.

eu não sei aonde você viu mimimi ou nostalgia, mas se você não quiser
ofender os outros por e-mail, meça suas palavras e pegue leve.

o que eu reescrevi naquele texto foi pra dizer a mesma coisa de uma
forma menos tosca.

> Sobre o texto do PSL-BA, a definição, ethos , etc...
> 
> Apesar de tudo que estamos acostumados e habituados a ver não
> acontecer na comunidade PSL-BA, ainda creio ( e isso é mais um rito de
> fé, necessidade de uma vida comunitária, falta do que fazer, Só Deus
> Sabe, etc) que ainda vale sonhar por aqui. Que ainda vale acreditar no
> que representou essas cinco letrinhas e o que ela pode ser ainda.
> 
> #utopia_sonho
> #será?
> 
> Geralmente todas as utopias que valeram a plena no mundo material que
> vivemos surgiram numa mesa de bar, numa taverna... Até o diabo da
> Santa Ceia foi regado a vinho :)
> 
> E pq então esse nosso sonho não pode ser construído através de uma
> conversa, imaginando isso aqui como se fosse uma mesa de bar, só que
> na web.
> 
> #com_As_novas_impressoras_3d_será_possível_imprimir_comida_sintética_quem_sabe_cerveja
> 
> A gente só senta numa mesa de bar com amig@s não é ?
> 
> Então laços de confiança devem existir ! Acho que o mesmo deve ser
> estabelecido aqui na lista, mesmo que os encontros presenciais não
> rolem mais.
> 
> Mas e pq a gente não tenta ?

A gente tenta. A diferença é que forma de se construir coisas numa
comunidade de voluntários on-line não é ficar perguntando "e aí, quem
quer fazer isso comigo, quem quer? Vamos gente, que? Diz que sim ...
siiim?"; isso não funciona.  As pessoas estão ocupadas com as suas
próprias vidas, tem suas ocupações etc etc.  Pouca gente deixa de fazer
suas coisas pra entrar numa conversa abstrata pra "ver no que vai dar".

Por isso eu disse pra você que se você queria algo coletivo, seria mais
prático você fazer um rascunho para que a partir daí as pessoas
discutissem a partir de algo concreto.

No software livre, que eu imagino ser o modelo no qual a gente se
baseia, essa é uma forma muito mais eficiente de construir as coisas. Ao
invés de dizer "vamos lá fazer tal coisa", é muito mais provável de
agregar pessoas se você faz uma versão inicial da coisa, e diz "ó, fiz
aqui essa coisa, vejam se vocês gostam. Ainda falta X, Y e Z, mas pelo
menos já funciona". As pessoas são muito mais propensas a contribuir com
algo concreto que já tem alguma utilidade do que iniciar uma discussão a
partir do vapor.

Não leve a mal, mas a minha impressão é que boa parte da sua frustração
com o PSL-BA vem de não entender isso.

> Acho que se isso acontecesse, a tal conferência já seria vitoriosa
> para a comunidade de SL

[]

-- 
Antonio Terceiro <terce...@softwarelivre.org>
http://softwarelivre.org/terceiro


Attachment: signature.asc
Description: Digital signature

_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://listas.dcc.ufba.br/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a