Olá,

Pessoal, p/ quem possa interessar segue algumas informações sobre o
movimento/pressão que estamos fazendo aqui no Sul. Sendo mais
especifica no RS em relação a vergonhosa licitação montada
(provavelmente junto a Dell) contra todos os avanços e pionerismo
que o Banrisul realizou com adoção do SL/Linux, onde se engajou um
velho conhecido nosso nos terminais eletrônicos através símbolo
do Tux...
É uma vergonha essa tentativa de retrocesso, mas estamos rever-
tendo. Achei bom enviar p/ nossa lista da Bahia pq a mobilização
não deve ser somente dos gauchos, é necessário provar a todos
que nossa Comunidade brasileira está alerta (apesar de não termos
o apoio necessário do tal PSL-Jurídico) e deve servir de exemplo
p/ que outras instituições públicas não tentem reverter o processo
de difusão do SL, pois este deve ser tratado como uma política nacional.

T+,
Josy

----- Mensagem encaminhada de [EMAIL PROTECTED] -----
Desculpem o spam.

 Saudações a todos,
Abaixo transcrevo a petição que o movimento software livre esta puchando na
defesa do conhecimento aberto e livre. O governo do estado do RS (RIGOTTO)
em contra mão de todos os avanços no tema do software livre mundial, lança
um pregão eletrônico onde prevê unicamente a vitória e o retorno do
monopólio windons (Bill Gates) para dentro do banco dos gaúchos, pagando
mais caro por uma qualidade pior....

Leiam abaixo a petição e peço que se de acordo assinem, não precisa
documento, é somente nome e email é só ir nesse link fazer a
assinatura...leva só um minuto

http://www.petitiononline.com/banrisul/petition.html

 Um abraço.

Lucio

To: Pela Continuidade do Software Livre no Banrisul

Mais informações: http://www.softwarelivre.org/news/4776

Essa petição tem como objetico central solicitar ao Poder Executivo do Rio
Grande do do Sul e em específico ao Banrisul, o cancelamento da Licitação de
Pregão nº 05/00156, que não é aberto, porque opta claramente por produtos da
Microsoft e pela HT Intel, de acordo com os seguintes argumentos técnicos:

a) Prazos exíguos na abertura do pregão:
- entre publicação e abertura
- documentacao com relação de locais para entrega (quase 1000) entregues
somente em papel
- restringe licitacao às empresas que soubessem do edital antes da
publicação legal

b) Prazos de entrega extremamente curtos, considerando-se que a entrega é
nas agências, ter que instalar o equipamento e, ainda, desinstalar o antigo.
Outro fator que deve ser considerado é que existem peças (o teclado) que só
é feito sob encomenda, portanto, 20 dias para uma quantidade enorme é
praticamente impossível de produzir (somente se souber anteriormente do
processo).

c) Por tratar-se de equipamento para automação bancária com equipamentos
específicos deixou de ser mero computador de mesa, desqualificando o uso de
pregão.

d) Dimensões do gabinete (muito menores que o espaço destinado à instalação)
reduz o número de competidores

e) BIOS do próprio fabricante não têm função técnica alguma, inclusive são
consideradas ruins. O uso deste artifício deve ser só para restrição da
competição.

f) Sistema Operacional:
Como o Banrisul tem seus sistemas funcionais em Linux, o edital não pode
exigir o Windows, o que indica o direcionamento para um determinado
fornecedor.

Basta viajar para qualquer agência do Banrisul e verificar os sistemas que
existem na agência.

O Windows exige ainda outras aquisições de software que não ficam explícitos
no projeto. Sem eles a máquina praticamente não iria funcionar. Vamos a
relação: anti-vírus, acesso a servidor(es) exige uma licença, atualização e
controle remoto, ferramentas de desenvolvimento e outros. Um valor que
deverá ficar em torno de R$1500,00 por máquina. Vale lembrar ainda a
possibilidade de optarem pelo MS-Office, que acrescentaria outros R$1000 por
máquina.

Além disso, não é discriminado no edital, portanto, não é licitado a compra
de software e a serviço para a instalação, contrariando a determinação do
TCU que diz para licitar sofware e serviço de instalação.

Mais informações: http://www.softwarelivre.org/news/4776

--
Lucio Uberdan Fernandes de Macedo
[EMAIL PROTECTED]
msn - [EMAIL PROTECTED]
ICQ - 347353287


-------------------------------------------------------------
Associacao Software Livre.Org - http://www.softwarelivre.org/

Desculpem o spam.

 

Saudações a todos,
Abaixo transcrevo a petição que o movimento software livre esta puchando na defesa do conhecimento aberto e livre. O governo do estado do RS (RIGOTTO) em contra mão de todos os avanços no tema do software livre mundial, lança um pregão eletrônico onde prevê unicamente a vitória e o retorno do monopólio windons (Bill Gates) para dentro do banco dos gaúchos, pagando mais caro por uma qualidade pior....

Leiam abaixo a petição e peço que se de acordo assinem, não precisa documento, é somente nome e email é só ir nesse link  fazer a assinatura...leva só um minuto

http://www.petitiononline.com/banrisul/petition.html

Um abraço.

Lucio


To:  Pela Continuidade do Software Livre no Banrisul

Mais informações: http://www.softwarelivre.org/news/4776

Essa petição tem como objetico central solicitar ao Poder Executivo do Rio Grande do do Sul e em específico ao Banrisul, o cancelamento da Licitação de Pregão nº 05/00156, que não é aberto, porque opta claramente por produtos da Microsoft e pela HT Intel, de acordo com os seguintes argumentos técnicos:

a) Prazos exíguos na abertura do pregão:
- entre publicação e abertura
- documentacao com relação de locais para entrega (quase 1000) entregues somente em papel
- restringe licitacao às empresas que soubessem do edital antes da publicação legal

b) Prazos de entrega extremamente curtos, considerando-se que a entrega é nas agências, ter que instalar o equipamento e, ainda, desinstalar o antigo. Outro fator que deve ser considerado é que existem peças (o teclado) que só é feito sob encomenda, portanto, 20 dias para uma quantidade enorme é praticamente impossível de produzir (somente se souber anteriormente do processo).

c) Por tratar-se de equipamento para automação bancária com equipamentos específicos deixou de ser mero computador de mesa, desqualificando o uso de pregão.

d) Dimensões do gabinete (muito menores que o espaço destinado à instalação) reduz o número de competidores

e) BIOS do próprio fabricante não têm função técnica alguma, inclusive são consideradas ruins. O uso deste artifício deve ser só para restrição da competição.

f) Sistema Operacional:
Como o Banrisul tem seus sistemas funcionais em Linux, o edital não pode exigir o Windows, o que indica o direcionamento para um determinado fornecedor.

Basta viajar para qualquer agência do Banrisul e verificar os sistemas que existem na agência.

O Windows exige ainda outras aquisições de software que não ficam explícitos no projeto. Sem eles a máquina praticamente não iria funcionar. Vamos a relação: anti-vírus, acesso a servidor(es) exige uma licença, atualização e controle remoto, ferramentas de desenvolvimento e outros. Um valor que deverá ficar em torno de R$1500,00 por máquina. Vale lembrar ainda a possibilidade de optarem pelo MS-Office, que acrescentaria outros R$1000 por máquina.

Além disso, não é discriminado no edital, portanto, não é licitado a compra de software e a serviço para a instalação, contrariando a determinação do TCU que diz para licitar sofware e serviço de instalação.

Mais informações: http://www.softwarelivre.org/news/4776


--
Lucio Uberdan Fernandes de Macedo
[EMAIL PROTECTED]
msn - [EMAIL PROTECTED]
ICQ - 347353287
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a