Ataliba Neto escreveu:

Em 30/01/06, *Aurélio A. Heckert* <[EMAIL PROTECTED] <mailto:[EMAIL PROTECTED]>> escreveu:


    On 1/27/06, Ataliba Neto <[EMAIL PROTECTED]
    <mailto:[EMAIL PROTECTED]>> wrote:
    > Se um de vocês descubrissem uma receita de bolo que te
    > deixasse bilionário, quem de vocês revelaria a receita para
    > o bem da culinária???

    Olha só... Provavelmente a maioria já foi infectada pelos valores
    deformados do capitalismo e das bizarrices que o antecederam,
mas não se pode dizer que o ser humano e assim.

Trabalhe de graça!

= reducionismo. Eh.


    Quanto ao bolo... bem, digamos que esse bolo seja delicioso
    (o que eu não concordo), mas as pessoas que comem dele
    tem seu nível de colesterol aumentado e mais de 95% dos
    que continuam comendo desenvolvem cancer...


Vc pode não concordar com o sabor do bolo, mas 95% da população concordam. Vai ver que vc esteja certo e os 95% estejam erradas, que diferença faz !?!

5% quer mudar alguma coisa nesse sistema, e isso faz toda a diferença.

    > Não creio na revelação do código da M$. :P

    Não? Mas... O que aconteceria com a tal fábrica do bolo?
    Você não pararia de come-lo? As pessoas não iriam preferir
    comprar um bolo na confeitaria da vizinhaça ou fazer (compilar)
    em casa para ter confiança sobre o que foi misturado?

Pois é... As pessoas querem saber o que tem no bolo...

As pessoas quem? Quem quer saber o que tem no bolo, quem come ou quem faz bolos??? Tenho certeza que quem consome a maior fatia do bolo não tem interesse algum em saber o que tem nele e outra pequena fatia é consumida por quem faz bolos, esses sim tem interesse em saber a receita. Sabe Deus pra quê...

Alguém aqui pode explicar por que é legal saber como as coisas funcionam? :)

    A fábrica tem duas escolhas:
      - Continua faturando alto até que ninguém mais queira seu bolo.
      - Continua faturando pra sempre com concorrência equilibrada e
      sem veneninhos gostosos na massa.


O dono dessa confeitaria não é burro, se ninguém quiser o bolo por causa do preço alto, ele simplismente abaixa o preço no nível da concorrência e com certeza não seria uma "concorrência equilibrada".

E se eu disser que não é só o preço que está em jogo, você acredita? E se os fatos de uma analogia te provarem, você acredita?


    Estamos na fase em que as pessoas estão começando a procurar
    as confeitarias e as vizinhas que fazem bolo. A fábrica tem que
    decidir rápido.


Só estamos nessa fase por causa do alto preço do bolo, pois as confeitarias o bolo é mais barato e alguns de graça, mas basta aumentar os preços dessas confeitarias e pararem de oferecer gratuitamente que os consumidores procuraram o bolo delicioso e mais caro.

Hmmm... Delicioso? Delicioso é o bolo que faço em casa, com os mais puros ingredientes, num passo a passo prazeroso, onde decido as dosagens, o tempo de forno e vejo sua evolução, aos poucos, recebo sugestões e elogios. Isso sim é muito delicioso!


    Hasta!
    Aurium


"Não precisamos da receita de ninguém, mas precisamos saber se nessa receita possui ingredientes das nossas receitas."

Então escreva um livro só por conhecer as letras do alfabeto :)

Abraços.
Ataliba Neto.

abraços,

--
Tiago Bortoletto Vaz
http://tiagovaz.org
0x6CC228A1 - http://pgp.mit.edu

"É preciso não ter medo,
é preciso ter a coragem de dizer."

Rondó da Liberdade, Carlos Marighella

_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a