Deve ser alguma cláusula do acordo comercial da Preview com a
Microsoft: compramos X pacotes do Windows pôr ano (ou mês, sei lá),
temos um desconto considerável pela compra em massa e, como
procedimento-padrão, tentaremos vender o micro novo com Windows ao
cliente e, caso ele não deseje o Windows, nós assinalamos
expressamente esse fato no contrato -- isso para que a Microsoft saiba
que é política da empresa apresantar o MS Windows como opção (e
mantenha os descontos consideráveis). É chato, mas provavelmente não é
só decisão da Preview.

Não vou mentir: me deu até um certo orgulho infantil de assinar por
escrito algo parecido com "sei muito bem o que é windows, mas não
quero".

Mas no dia que comprei o computador não tinha CD do Preview Linux
sobrando :( Me pediram para voltar lá depois de uns dias, mas não me
dei ao trabalho porque, afinal, o Ubuntu Dapper tinha acabado de
sair...

Abraço,
Cristiano



No processo de compra tive que assinar um documento dizendo (entre
outras itens referentes a própria compra) "que me foi apresentado as
vantagens do SO Windows mas que mesmo assim eu preferia linux". Achei
aquilo uma piada e ainda falei com a vendedora que não era correto.

--
O nosso sacrifício é consciente.
É a quota a pagar pela liberdade
                       Ernesto Guevara de la Serna

Linux Counter User #349572 [http://counter.li.org]
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a