2006/12/11, Helton Dória <[EMAIL PROTECTED]>:


Muitos já deram suas opiniões e fiquei com vontade de contribuir com
meus dois centavos. Concordo com a opinião geral de que certificação
não atesta conhecimento e que não é preciso estudar para uma
certificação para se aprender. Discordo da opinião de Rafael de que é
muito difícil o ingresso no mercado para os não certificados, mas
acredito que o ingresso pra quem tem uma certificação é mais fácil
sim. Se vc tem o conhecimento e o certificado, vc tem todas as chances
de quem não tem a certificação e mais algumas (isso nas vagas em
empresas).

Se as empresas são malignas ou não, se o mercado é escravizante ou
não, isso não vem ao caso. Ao contratar alguém, uma empresa faz um
investimento que não é pequeno pq ela assume uma série de
responsabilidades trabalhistas. Sendo assim, ela sempre vai buscar
alguma segurança desse investimento. Mapear o conhecimento dos
candidatos a uma vaga não é uma tarefa fácil e nem sempre se dispõe de
um gerente ou de um RH que possa executar essa tarefa a contento. Como
ser especialista em tecnologia não é um pré-requisito para a gerência
de uma área de TI, as empresas acabam apostando na certificações e nas
titulações como critérios de seleção.

Sei que algumas empresas já adotam outros mecanismos de seleção
(inclusive de analisar o trabalho do candidato dentro de projetos SL)
e acho isso muito louvável. Espero que um dia isso se torne a norma do
mercado, mas hj não é assim.



Eu mesmo tive grande aceitação ao cinformar que participei de alguns
projetos, tais como colaborador no Projeto Fedora Brasil. Que sempre visito
e ajudo no que possivel...
--
Rafael Brito Gomes
Sistema de Informação
Universidade de Salvador (UNIFACS)

Linux User - 430086

O Tabareu - A Arte em sua forma mais Pura!
http://tabareu.wordpress.com/

Blog do Sinot
http://sinot.wordpress.com/
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a