On 6/7/06, Paulinho Michelazzo <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
Ao contrário dos radicais que daqui há pouco começam a sessão de
apedrejamento do "paulinho" em lista pública, sou pragmático neste
sentido. Enquanto eu que sou um inergúmeno com grandes conhecimentos
de tecnologia tiver dificuldades para colocar um modem de meu notebook
funcionando ou ainda a resolução de tela no que preciso, o WIndows
continua andando a bom termo. Imagine você que mesmo com 16 anos de TI
nas costas, 6 de SL e muitas horas rodadas de SW e HW não consigo
fazer isso, imagine minha coitada da querida mãe que é acéfala quando
se fala nisso (mas sabe muito bem usar um OpenOffice) e quer
simplesmente ligar a porcaria da câmera digital que dei de preente
para ver as fotos de suas viagens e não consegue?

Paulinho,

Como um dos radicais auto-afirmados (no sentido que "radical" significa "de raiz", ou seja, sem ferir os princípios originais), posso te dizer que concordei com sua mensagem de que "precisamos disso, precisamos daquilo". Porém o que acho que não precisamos é de soluções não-livres. Ao invés de aceitar simplesmente que os computadores tenham componentes não-livres, os radicais, como você diz, tentam fazer ser viável o código livre. Você tem que entender que módulo da nvidia, driver de winmodem proprietário e outras coisas ainda estão longe do ideal.

Na verdade, o que muda de um "radical" para um "náo-radical" é até onde ele aceita a não-liberdade. O "radical" que você caricatura vai preferir que nem saia computador com GNU/Linux a que saia um computador com GNU/Linux e módulo proprietário. No entanto, acho que pouca gente realmente faria isso.

O grande problema é o acomodamento do pessoal "mais pro centro", que parece nem mesmo desejar que o driver da nvidia se torne livre e dizer que são os bobocas dos "radicais" que reclamam demais. Aí, meu caro, esse tipo de atitude realmente danifica o software livre - tira a idéia central de sua existência de cena.

[]s,

Patola
 

Então meu caro, acho que todos nós temos parcela nesta coisa.
Precisamos criar tutoriais em flash bonitinhos para explicar pro cara
o KPPP (que merda!) ou ainda como fazer uma queimação de CD's.

Precisamos de "insignes" e "muriquis" (sim, estes que os radicais
descem o sarrafo) para colocar em máquinas assim com suporte legal,
material legal, produto customizado.

Precisamos do governo reduzindo esta FDP de carga tributária que fode
todos nós que queremos montar uma empresinha de fundo de quintal para
dar suporte, escrever material, dar cursos e assim por diante. Ao
invés de esmurrarem a gente, que esmurrem a Microsoft, Oracle, H&P,
Shell e não sei mais o que.

Enfim, sinergia meu velho. Sem isso, desanda a maionese.

Abraços

PS: e nunca mais me chame de paulinho :)

>
> Marcus de Vasconcelos Diogo da Silva
> SENAI CETAFR
> fone(085) 32153026
>
>
> > Bem feito? Você parou para pensar porque a pessoa migrou pro Windows?
> > Já parou para pensar que ele queria usar um software que não tem para
> > Linux? Você fica contente quando vê que um consumidor não consegue
> > fazer o que quer com o seu computador?
> >
> > Francamente...
>
> Que foi Charles? Ficou triste?
>
> A pessoa migrou para Windows por N motivos. Alguns deles:
>
> 1) O Linux não tem suporte plug-play para o joystick dele
> 2) O Linux deixa o cara desesperado para configurar um modem
> 3) O Linux não veio com Evolution instalado mas sim com um tal de sabe
> lá o que para ele ler e-mail
> 4) O Linux é feio
> 5) Quem vendeu o Linux vendeu o hardware e foda-se o software
> 6) O vizinho tem o Half Life versão 2 milhões novinho lá que não
> instala no micro do cara
> 7) O usuário não sabe português, quanto mais inglês para ler MAN
> 8) O Usuário acha que MAN é homem
> 9) O usuário tentou procurar o scandisk e não achou...
> 10) O usuário está pouco se f... para tudo isso. Quer o piratão dele
> lá mesmo pq a ABES, PF e o restante não vão na casa dele bater por
> causa de pirataria. No país da impunidade, a lei de Gerson impera.
>
> E ai? Precisa de mais motivos?
>
> Sim, bem feito mesmo. Agora atenda a porcaria do suporte por não ter
> vendido direito.
>
> >
> > []'s
> > Charles - [EMAIL PROTECTED]
> > http://www.charles.pilger.com.br
> > ICQ 306563363 MSN [EMAIL PROTECTED]
> > "Antes, eu era meio quieto, calado, o conhecimento era meu,
> > eu era um software proprietário. Agora, quero espalhar o que
> > sei e mostrar que, da forma como eu evoluí, muitos outros
> > podem crescer." - Cleber de Jesus Santos
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista:
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> >
>
>
> --
> Paulino Michelazzo
> http://www.fabricalivre.com.br
> Mobile BR: +55 83 9992-7192
> Office PB: +55 83 3235-4386
> Office SP: +55 19 3119-7386
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
>
>
>
>
>


--
Paulino Michelazzo
http://www.fabricalivre.com.br
Mobile BR: +55 83 9992-7192
Office PB: +55 83 3235-4386
Office SP: +55 19 3119-7386
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a