Paulinho,


Putz, até tu Brutus!

Como um dos radicais auto-afirmados (no sentido que "radical" significa "de
raiz", ou seja, sem ferir os princípios originais),

A definição do verbete que uso é esta:
3.Que não é moderado, que prega o radicalismo ou age com radicalismo,
ou que revela radicalismo, inflexibilidade; radicalista:

posso te dizer que
concordei com sua mensagem de que "precisamos disso, precisamos daquilo".
Porém o que acho que não precisamos é de soluções não-livres. Ao invés de
aceitar simplesmente que os computadores tenham componentes não-livres, os
radicais, como você diz, tentam fazer ser viável o código livre.

Tentam vírgula, querem enfiar goela abaixo. Não aceitam o plug-in do
falsh porque não é livre. Não aceitam o driver NVidia porque não é
livre. E muitos chegam ainda a nem aceitar Java, PDF e GIF pelos
mesmos motivos.

Prova disto são discussões descabidas sobre as distros que colocam
dentro de suas ISO's coisas assim. Quanta pedra Morimoto não tomou?
Quanta pedra Muriqui não tomou? Quanta pedra Insigne não tomou? Livre
é só o Debian que separa tudinho que cheira proprietário de lado. O
resto... é resto.

Assim, se você não se enquadra nesta categoria, melhor para todos pois
gosto de colocações suas. Mas pode ter certeza que tem muitos aqui que
estão se olhando e pensando: "nossa, ele está falando de mim!!!"
Assim, a definição do verbete diz muito do que quero dizer:
"inflexibilidade".

Você tem
que entender que módulo da nvidia, driver de winmodem proprietário e outras
coisas ainda estão longe do ideal.

Não entendi muito bem mas se está dizendo daquilo que está disponível
para Windows, tenho que discordar de você. O winmodem faz o que tem
que fazer: permite a conexão de uma máquina PC com a Internet via
linha telefônica, modulando e desmodulando o sinal. O NVidia faz o que
tem que fazer: acelera o grafismo 3D em jogos que usam isso.

Onde então está longe do ideal? O que é ideal? Para você? Para mim?
Para o manézinho de floripa? Ou para o índio Baniwa do interior do
Amazonas? Qual é a parametrização que está sendo usada para dizer
"longe do ideal"?

Na verdade, o que muda de um "radical" para um "náo-radical" é até onde ele
aceita a não-liberdade. O "radical" que você caricatura vai preferir que nem
saia computador com GNU/Linux a que saia um computador com GNU/Linux e
módulo proprietário. No entanto, acho que pouca gente realmente faria isso.

Sinceramente, ainda bem. Já pensou? Só teríamos pinguins na fauna terrestre :)

O grande problema é o acomodamento do pessoal "mais pro centro", que parece
nem mesmo desejar que o driver da nvidia se torne livre e dizer que são os
bobocas dos "radicais" que reclamam demais. Aí, meu caro, esse tipo de
atitude realmente danifica o software livre - tira a idéia central de sua
existência de cena.

Patola, a discussão não é muito essa mas vou entrar na onda para
colocar alguns pontos.

Os mais para o centro são aqueles que, como eu, acreditam que é
possível "cooptar" usuários para o mundo livre usando Windows. Nós
acreditamos que se o usuário tem um desktop Windows com OpenOffice,
Firefox, Gimp, Zinf, 7zip, Filezilla, Gaim e outros, podemos "amaciar"
o usuário e trazê-lo para o nosso lado. Dali para o desktop Suse,
Debian, Slackware, Fedora ou Ubuntu é um pulo.

Isso não é ser "neoliberal" ou "centrista". É ser estratégico somente
e muito pragmático, coisa que os "radicais" estão tão longe quando
Plutão da Terra.

Não estamos falando do drive NVidia que é aceitável ou coisa do tipo.
Estamos falando de um mercado de 18 milhões de pessoas neste país das
quais meia dúzia de gatos pingados usam Linux e, devido ao puritanismo
exacerbado, deixa de ganhar fatias maiores.

Ahhh, eu sei: "Não queremos fatias maiores, queremos com qualidade".
Então meu caro, não reclamemos que 75% enfia piratex na máquina. 25%
de nada é muita coisa, acredite.

Abraços


[]s,

Patola

--
Paulino Michelazzo
http://www.fabricalivre.com.br
Mobile BR: +55 83 9992-7192
Office PB: +55 83 3235-4386
Office SP: +55 19 3119-7386
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a