On Jun  7, 2006, "Paulino Michelazzo" <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

>> Paulinho,
> Putz, até tu Brutus!

Não reclama, 'Paulinho' :-) :-)

> Tentam vírgula, querem enfiar goela abaixo. Não aceitam o plug-in do
> falsh porque não é livre. Não aceitam o driver NVidia porque não é
> livre. E muitos chegam ainda a nem aceitar Java, PDF e GIF pelos
> mesmos motivos.

http://www.fsf.org/campaigns/priority.html

GIF já foi objeto de patente, mas a patente expirou.

PDF, até onde eu sabia, era uma especificação aberta, mas com esse
desacordo entre Adobe e Microsoft, acho que preciso estudar mais.

Java, enquanto linguagem, meio que tudo bem, mas a máquina virtual
proprietária, vou aceitar pra quê?

Plug-in flash, vou aceitar o proprietário pra quê?

Mesmo os livres, Java e Flash, vou aceitar pra quê, pra rodar os
programas proprietários escritos em Java ou Flash?

E o driver NVidia, aceitar os problemas no kernel pra quê, se uma
placa de vídeo compatível com Software Livre não custa tanto assim?

Se você vai defender a promoção e adoção de software proprietário, por
favor faça isso em outro lugar.  Isso é off-topic na lista do Projeto
Software Livre.

> Livre é só o Debian que separa tudinho que cheira proprietário de
> lado.

Se Debian fosse livre não precisava separar.

Debian tem gente suficiente que acredita no software proprietário que
até decide apoiar a manutenção do non-free, pra consumir os seus
parcos recursos com isso, competindo com o trabalho de manter Software
Livre.

Se quer um exemplo de comprometimento com a liberdade, não pare no
Debian, você ainda não procurou o suficiente.  O tempo em que não
havia nada melhor em termos de liberdade já passou, e Debian ficou
para trás.

> pode ter certeza que tem muitos aqui que estão se olhando e
> pensando: "nossa, ele está falando de mim!!!"

Sem dúvida, o chapéu serviu, por assim dizer :-) :-)

> Assim, a definição do verbete diz muito do que quero dizer:
> "inflexibilidade".

Certas coisas, pra mim, não são negociáveis.  Se pra você tudo bem,
azar seu.  Se você quer dizer pros outros que tudo bem, esteja pronto
pra me ouvir dizendo que não está, e os demais que ouçam os dois e
decidam.

> Onde então está longe do ideal? O que é ideal? Para você? Para mim?
> Para o manézinho de floripa? Ou para o índio Baniwa do interior do
> Amazonas? Qual é a parametrização que está sendo usada para dizer
> "longe do ideal"?

Que tal a ética da liberdade?

Se você não entende o que significa liberdade, cometa algum ato
punível com prisão e pense enquanto estiver lá.

Depois compreenda que algumas pessoas podem realmente se sentir
aprisionadas com software não livre, e que quem vive dentro de uma
prisão sem saber que há algo mais lá fora pode não compreender que
pode haver algo mais.  Vide `Fuga das galinhas', que minha filha
adora: `Mas se não tem fazenda, onde vive o fazendeiro?  Quem dá
comida para nós galinhas?' ;-)

> Os mais para o centro são aqueles que, como eu, acreditam que é
> possível "cooptar" usuários para o mundo livre usando Windows.

Passos em direção à liberdade são sempre bons, mas a acomodação antes
de atingir a liberdade não é boa.  Quem cava um túnel pra fugir da
prisão mas pára 5cm antes de terminar o túnel continua preso.

> Nós acreditamos que se o usuário tem um desktop Windows com
> OpenOffice, Firefox, Gimp, Zinf, 7zip, Filezilla, Gaim e outros,
> podemos "amaciar" o usuário e trazê-lo para o nosso lado. Dali para
> o desktop Suse, Debian, Slackware, Fedora ou Ubuntu é um pulo.

Que se dê o pulo, então.  Se tá quase lá, vai ficar enrolando por quê?

> Não estamos falando do drive NVidia que é aceitável ou coisa do tipo.
> Estamos falando de um mercado de 18 milhões de pessoas neste país das
> quais meia dúzia de gatos pingados usam Linux e, devido ao puritanismo
> exacerbado, deixa de ganhar fatias maiores.

Se é pra não seguir princípios éticos, que tal começar a vender
criancinhas e matar quem se opuser?  Os lucros vão aumentar ainda
mais!

> Então meu caro, não reclamemos que 75% enfia piratex na máquina.

Não é a gente que tá reclamando, é quem queria cobrar pelo piratexp
que está.

> 25% de nada é muita coisa, acredite.

/me faz umas contas e discorda respeitosamente ;-)

-- 
Alexandre Oliva         http://www.lsd.ic.unicamp.br/~oliva/
Secretary for FSF Latin America        http://www.fsfla.org/
Red Hat Compiler Engineer   [EMAIL PROTECTED], gcc.gnu.org}
Free Software Evangelist  [EMAIL PROTECTED], gnu.org}
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a