Olá!

Eu penso é que esses gnu/linux que vem instalado nesses pcs populares não são realmente bem configurados como deveriam ser. Um exemplo disso, é que neste domingo recebi um telefonema de um amigo que havia comprado um NeoPC com gnu/linux, e toda hora no boot ele pedia pra rodar o fsck pois o sistema de arquivos poderia estar corrompido, entao pedia para apertar ctrl+d pra um startup normal ( que nao ocorria ) ou entao digitar a senha do root e rodar o fsck, ele tentou digitar tudo quanto é tipo de senha que ele colocou, ate colocar o cd de restauração para restaurar o gnu/linux ele fez, mas qndo restaurava sempre aparecia a mesma mensagem. Chegou segunda feira e perguntei pra ele então o que ele havia feito, ele foi e me disse, uai, instalei Windows. Uma vez numa conversa de bar com uns amigos isso virou ate polemica quando um amigo disse que o pai dele, que tem uns 70 anos não iria trocar o windows pelo gnu/linux pois o gnu/linux é um pouco dificil de se usar, eu concordei ate o ponto em que se fizer uma customização bem feita ( não digo que elas são mal feitas ), mas com uma area de trabalho mais agradavel, java, flash e outras coisas por padrão, icones nas áreas de trabalho, acho que qualquer um iria se adaptar ao gnu/linux e esquecer o pensamento de qual sistema operacional veio no computador.


[]s!

Ada Lemos escreveu:
A virtude está no meio,nos ensina Aristóteles há milhares de tempos.E ele, até hoje, não teve assim retrucos em seus ensinamentos que os invalidassem, muito antes pelo contrário, a não ser relativo à democracia para com a qual não dera bola. A "realidade" nos impõe atenção redobrada, como uma forte bofetada na cara, para com o quesito vital:Estratégia se quisermos avançar com o SL. E ai concordo com Banffy:Precisamos ser Estrategistas pragmáticos, o q é redundância pra enfatizar mesmo, em extensão concordo em partes com Paulino, em parte com Oliva Muito jóvem era eu qd estourou o regime militar autoritário e discricionário, muitosçass meus companheiros foram pra luta armada, eu não os quis seguir, porquanto discordei com tanta imolação cruenta e sem a mínima chance de nada mudar, conforme a história recente demonstra.As mudanças se deram com ações de dentro do sistema e o povo compreendenddo oi pra participação eficaz, saindo às ruas, etc, etc Ir abrindo espaços, ruelas, ruas, avenidas é preciso, e como fazer isto bem???
Por que o dual boot agora???
Nada é por nada, neste caso.
Fazer bem feito o nosso lobby democrático é preciso, inclusive de PRECISÃO.
Estamos sendo muitíssimos amadores,erráticos,brigamos muito entre nós mesmos,etc, nem temos meios materiais, somos predadores muitas vezes, q não nos detemos no essencial,pra ficarmos em penduricalhos sem valor, nem tático qt mais estratégico.Somos muitos e ao mesmo tempo somos tão sozinhos.
Abs,
Ada
On 6/8/06, *Ricardo L. A. Banffy* <rbanffypom.br <http://rbanffypom.br>> wrote:

    Sejamos pragmáticos.

    Se os usuários encontrarem uma máquina Linux 100% livre e não puderem
    jogar, tocar MP3, assistir DVDs ou acessar a internet porque as
    implementações de alguns componentes importantes são proprietárias e,
    por isso, saírem por aí dizendo que "Linux é uma merda" ou que "é pra
    nerd que gosta de resolver problemas", eu acho que terá sido um passo
    enorme na direção errada.

    O primeiro passo é quebrar os vários monopólios da MS - de interface de
    usuário a formatos de dados. Precisamos instabilizsoar esse sistema para
    que mudanças possam acontecer. O objetivo maior dessa lista é
    promover o
    uso de software livre, não atirá-lo contra uma muralha de concreto.

    Afinal, se o computador que você usa fosse 100% livre, da especificação
    à implementação, não seria um x86, não teria BIOS e os discos,
    provavelmente, seriam usados sem encostar no firmware deles. Eu acho
    que
    não existe ainda nenhum computador em que tanto hardware como software e
    firmware sejam totalmente livres.

    Se formos radicalizar isso, vamos ficar sem computadores.

    Pelo menos papel e lápis são livres.

    Alexandre Oliva wrote:
     > Se você vai defender a promoção e adoção de software
    proprietário, por
     > favor faça isso em outro lugar.  Isso é off-topic na lista do Projeto
     > Software Livre.

    _______________________________________________
    PSL-Brasil mailing list
    PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
    <mailto:PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org>
    http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
    <http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil>
    Regras da lista:
    http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil



------------------------------------------------------------------------

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a