On 6/8/06, Charles Pilger <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
Pois é, fico então com uma pergunta no ar: caso a pressão seja muito
grande para a implementação de dual-boot no programa Computador Para
Todos será que não seria interessante o Governo Federal responder com
algumas exigências? No caso:

- o Windows a ser instalado não pode ser restritivo, como é o caso do
  Windows XP Starter Edition, que permite apenas três programas por
  vez, tendo cada um direito a três janelas, ou seja, limite máximo de
  nove janelas em execução.

- Devem estar disponíveis também na partição Windows todos os software
  que estão na partição Linux e que constam do ANEXO II À PORTARIA
  MCT No  624, DE  4  DE OUTUBRO DE 2005, item b.2 em diante
  http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/17040.html

- Esses softwares devem ser preferenciais, de forma que quando o usuário
  por exemplo, clicar sobre um .doc o editor que funciona em ambas as
  partições abra

Esqueci mais uma exigência:

- Na hora de boot a partição Linux é a partição preferencial. Usuário entra
 na partição Windows após uma ação consciente dele.

[]'s
Charles - [EMAIL PROTECTED]
http://www.charles.pilger.com.br
ICQ 306563363 MSN [EMAIL PROTECTED]
"Antes, eu era meio quieto, calado, o conhecimento era meu,
eu era um software proprietário. Agora, quero espalhar o que
sei e mostrar que, da forma como eu evoluí, muitos outros
podem crescer." - Cleber de Jesus Santos
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a