Muito bom! Parabéns.
Achei o tom um pouco inflamado demais, mas você não faltou com a verdade, por mais dura que seja.

Abraço,

ASF

On 6/9/06, Alexandre Oliva <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
On Jun  8, 2006, "Charles Pilger" <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

> Então, com as empresas que estão participando do programa do programa
> "Computador Para Todos" pedindo o dual-boot é de se perguntar porque
> eles estão fazendo isso.

Simples: porque não investiram em oferecer soluções adequadas para
seus clientes, porque não treinaram os vendedores ou treinaram de
forma inadequada, porque estão sofrendo uma pressão imensa do maior
monopólio de software que o mundo já viu, porque não estão nem aí pra
oferecer algo que funciona pros clientes, muito menos pra suspeita de
pirataria.  Querem só empurrar o hardware pros clientes e reclamar que
eles não usam o software mal configurado que lhes oferecem.  Prova
disso tudo é a tentativa de oferecer o sistema operacional tão inútil
quanto o Windows Hooker Edition, que não só não vem com os programas
necessários para que o computador atenda às expectativas dos
compradores como ainda impõe restrições absurdas.

Se alguém acha mesmo que a Microsoft está preocupada com a pirataria
nesse setor, será que estaria oferecendo o sistema operacional sem
aplicativos, que os usuários do sistema nu vão inevitavelmente copiar
dos amigos, isso se não substituírem o Hooker Edition por uma versão
sem limitações extremas.  Estaria oferecendo o Hooker Edition a custo
zero?

Eles não tão nem aí pras cópias não autorizadas.  De fato, até gostam
delas, pois ajudam a preservar o monopólio entre os acomodados, a
inércia cultural, única justificativa plausível de sua manutenção.

Estão preocupados, sim, mas por outros motivos.

Acha que não estão preocupadíssimos com os 25% de sucesso do programa
Computador para Todos?  Que os 25% de hoje serão 50% amanhã, 75%
depois e quiçá um dia 100%?  Acha que não estão doidos pra ter um
sistema deles em cada computador, mesmo que não utilizado, para poder
continuar enganando as pessoas com a argumentação de que 95% dos
computadores têm MS-Windows instalado, mesmo que ele seja inútil aos
usuários em 100% dos casos?

> E qual seria o corte? Bem, eu acredito que tanto a Positivo (que foi a
> empresa que divulgou que das máquinas instaladas apenas 1/4 estão com
> o SO original) como as outras empresas que estão participando do
> programa são empresas com fins lucrativos que viram que boa parte dos
> usuários instalaram Windows e que estão tendo, por conta disso,
> problemas nos seus call-centers de suporte.

Não têm problema nenhum mandando a gente pastar quando compramos um
computador com MS-Windows querendo rodar GNU/Linux.  Por que têm
problema agora?  Porque o cliente devolve o produto inútil para ele,
ao contrário da gente que hackeia até funcionar?

Azar deles, que trabalhem para oferecer um produto que funciona se
querem participar do programa.  Se não querem, não tem o benefício do
financiamento, paciência...

> Ok, e se a pressão for as empresas chegarem e dizerem "Olha, se é
> assim, só Linux, para nós não vale a pena. Estamos com clientes
> insatisfeitos, a nossa marca está sendo queimada por causa disso,
> nosso suporte é sobrecarregado por conta de atendimentos que não
> podemos fazer. Assim sendo, não vale a pena continuarmos a vender
> computadores assim e estamos fora."? Certo, vai ter gente dizendo "Que
> essas empresas se danem, melhor para as que estão seguindo à risca o
> que foi contratado!", mas é de se pensar se radicalismos aí podem
> acabar não contribuindo para o programa virar história.

Não vejo por que viraria história.  Se menos gente abusar do programa
para comprar computador parcelado (porque mais barato não sei se é),
vai sobrar mais recurso para financiar a compra de quem não abusar
dele.  O programa já é um sucesso, apesar dos abusos.  Se os
fabricantes não estão satisfeitos é ou porque estão tentando vender
gato por libre, ou porque os clientes estão dando uma de joão sem
braço e eles querem dar corda.  Azar deles.

> Pois é, fico então com uma pergunta no ar: caso a pressão seja muito
> grande para a implementação de dual-boot no programa Computador Para
> Todos será que não seria interessante o Governo Federal responder com
> algumas exigências?

Se abrir pro dual boot, no instante seguinte eles começam a vender o
PC só com Windows, acompanhado de um CD com uma distro genérica
qualquer que não vai funcionar direito nos PCs, porque isso estaria
atendendo aos requisitos deturpados, mesmo que o software instalado
não o faça.

> - o Windows a ser instalado não pode ser restritivo,

Isso já está coberto no requisito a.9) da especificação de requisitos
mínimos para todos os programas de computador do CpT.

> - Devem estar disponíveis também na partição Windows todos os software
>  que estão na partição Linux e que constam do ANEXO II À PORTARIA
>  MCT No  624, DE  4  DE OUTUBRO DE 2005, item b.2 em diante
>  http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/17040.html

De novo, já está nos requisitos.

> - Esses softwares devem ser preferenciais, de forma que quando o usuário
>  por exemplo, clicar sobre um .doc o editor que funciona em ambas as
>  partições abra

Boa essa!

Se quiserem colocar Windows de dual boot, pode, é só oferecê-lo em
licença livre, senão não atende ao requisito a.8)

> Pronto, podem mandar as pedras.

Lá vão! ;-)

--
Alexandre Oliva         http://www.lsd.ic.unicamp.br/~oliva/
Secretary for FSF Latin America        http://www.fsfla.org/
Red Hat Compiler Engineer   [EMAIL PROTECTED] redhat.com, gcc.gnu.org}
Free Software Evangelist  [EMAIL PROTECTED]lsd.ic.unicamp.br, gnu.org}
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a