Aproveitando o gancho,

Relatos comparativos de uma vida! Sempre que pude tentei passar para
os meus filhos alternativas saudáveis sem interfeir perigosamente em
seus meios de convivência, escolas, etc. Exemplos: Nunca comprei um
CD, vídeos, etc da xuxa e seus pares idiotas (Eliana, etc) para eles,
sempre achava alternativas interessantes, Castelo Ratimbum, Palavra
Cantada, Rubinho do Vale, etc (O foda foi trocar/negociar presentes de
tios e tias sem demonstrar falta de educação, foi barra). Não lhes
impulha nada, mas estratégicamente dáva-lhes opções alternativas, a
mesma coisa com o tal do MACDonald. Já em relação ao Linux, as coisas
fluiram mais normalmente, eles utilizam aqui em casa tranquilamente e
na escola o Windows. Com sete anos meus filhos já faziam coisas
fantasticas no Linux que até eu desconlhecia, logicamente no
desktop[interface gráfica].

Portanto, se dermos alternativas saudáveis e inteligentimente pensadas
às pessoas,  podemos minar qualquer resistência. Utilizo até técnicas
de guerrilhas que aprendi no exército em 78 para minar propaganda de
outrem, não adianta dar porrada. Confesso de público que ainda utilizo
o windows original no meu notebook novo para apresentar a diversas
pessoas como podemos utilizar software livre mesmo sobre esta
plataforma! Desta maneira vou estratégicamente moldando as pessoas
para qualquer desktop gnu/linux que elas desejarem. Ofereço a clientes
e amigos, desde o debian BR-CDD até os de caixinha, madrinva, suse,
etc. Eu tenho instalado por exemplo em meus computadores, Ubuntu 6.06
novo, o Debian BR-CDD 1.0, Fedora Core 5 e já dão uma visão ótima aos
outros! Devemos fazer igual aos inimigos, minar resistências, só que
de maneira lícita, inteligente, sem termos que utilizarmos de meios
escusos, ex: [software pirata]!

Inté,
--
Dennis S. Faria
Jabber: [EMAIL PROTECTED]
ICQ: 2687838

Visitem!
http://www.greenpeace.org.br; http://www.softwarelivre.org/

The earth is not dying, it is being killed, and those who are killing
it have names and addresses!
--------------------

2006/6/11, Ada Lemos <[EMAIL PROTECTED]>:

Não posso concordar com o tom do Rafael, mas existe uma verdade insofismável
dentro da fala dele, ou seja somos um país de maioria esmagadora de
analfabetos funcionais, de gente que vive na oralidade suprema, tanto é
assim que este fator está inserido como o maior desafio nosso no Parlamento
Livre e Comsoli para ser resolvido e por conta disto precisamos de um call
center daqueles em VOIP tudo livre e ai a RNP entra soberana com força.
Tem-se de fazer muitas ações educacionais, de letramento mesmo, q a Lena da
UFMG é tão doutora pra nos ajudar a mudar esta tristézima realidade.
O tem, repito, dele discordo porque enseja desprezo pelos não alfabetizados
e pior ainda, sem o devido letramento.Mas, a afirmação sobre o fato é pra lá
de verdadeira, infelizmente, e tem vários professores doutores da UnB
preocupados com isto, devidamente e fazendo por onde lá na Educação.
Abs,
Ada


On 6/11/06, Pedro de Medeiros <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
>
On 6/10/06, Rafael Kafka <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
 > Muitas pessoas não tem capacidade intelectual sequer de usar Windows
> depois de 5, 10 anos de contato imagine migrar prá algo novo e aprender.
>
> A nossa sociedade é formada, em sua maioria, por analfabetos funcionais
> retardados que desprezam o acúmulo de conhecimento e qualquer solidez
> intelectual.Agem em manada, seguem falsos padrões, etc.
>vive na oralidade suprema

> Não esperem muito dessas pessoas, é perda de tempo.


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a