Pois é... A bem da verdade, a manipulação dos currais eleitorais, com
gente entregando título de eleitor pra outros votarem e coisas
similares, é muuuuuito mais "fácil" do q crackear qqr urna eletrônica,
por mais simples q ela seja. Além disso, a julgar pelo q é publicado
volta e meia ou se ouve falar, os envolvidos neste tipo de coisa já
contam com esse "expertise" há anos. Enfim, acho q enquanto estamos
batendo firme em uma tecnologia de recebimento e contabilização de
votos, aqueles q realmente manipulam uma eleição estão usando outros
métodos muito mais arcaicos e eficientes, que surtem efeito beeem antes
do eleitor chegar perto de qqr urna. Não q não seja importante ficar
atento a isso, mas acho q deixar de lado a vigilância sobre práticas
muito mais utilizadas e conhecidas (pelo menos em tese), embora
"low-techs", leva a um prejuízo muito maior.

[ ]s,

OJr.

Em Qui, 2006-06-22 às 16:04 -0300, Ricardo L. A. Banffy escreveu:
> Pô... As discussões que começam assim sempre vão longe. Meus colegas 
> dizem para eu parar de responder essas mensagens, mas eu não resisto. A 
> expressão que eles usam é "bater palmas pra louco dançar".
> 
> Primeiro, queria muito ver esse vídeo. Quem fez? Como? Onde?
> 
> De resto, a urna é mais ou menos um PC x86 com alguns espinhos, travas e 
> lacres a mais. Fazer com que ela se finja de uma urna legítima para 
> aparecer em um vídeo é trivial. Se formos acreditar nisso, acreditaremos 
> em autópsias de ET - afinal, tem um vídeo sobre isso. Mais complicado é 
> pegar uma de verdade, fazer com que ela carregue o programa alterado sem 
> que as pessoas empregadas na votação e os fiscais de partido percebam e 
> devolvê-la ao TRE sem que ninguém perceba nada de anormal que impugne a 
> dita urna.
> 
> Existem muitas formas de se manipular eleições. Nada é invulnerável. 
> Urnas podem ser roubadas, eleitores e fiscais podem ser corrompidos. É 
> por isso que, além das defesas da própria urna (sotware, sensores, 
> lacres) existem regras de como elas podem ou não ser usadas e o que pode 
> e não pode acontecer com elas. Uma das coisas que não pode é ter lacres 
> violados (e precisa disso pra trocar o cartão CF com o software). Outra 
> coisa que não pode é demorar demais pra ser devolvida ao TRE.
> 
> Eu continuo achando que com urnas eletrônicas é mais difícil manipular 
> uma eleição do que com papéis.
> 
> Pergunto de novo: Quem produziu o vídeo? Quem tem a ganhar se o Paraguai 
> parar de usar as urnas? Elas são usadas direito lá?
> 
> Rafael Evangelista wrote:
> 
> > Parece que finalmente aconteceu...
> > 
> > Na semana passada, em 12 e 13 de junho de 2006, foi divulgado através 
> > dos programas jornalísticos da TV Canal 4 Telefuturo do Paraguai, 
> > trechos de um segundo vídeo onde se mostra o resultado de um teste de 
> > penetração que foi feito em urnas eletrônicas brasileiras, modelo 96, 
> > utilizadas no Paraguai.
> > 
> > O vídeo mostra que uma urna-e teve seu software modificado para desviar 
> > votos de uma lista de candidatos para outra, ficando evidente que o 
> > resultado impresso no Boletins de Urna (acta de escrutino) pode ser 
> > fraudado pela própria urna antes de ser emitido
> > 
> > É o primeiro teste de penetração divulgado sobre urnas-e brasileiras. 
> > Recentemente havia divulgado o teste de penetração em urnas-e da Diebold 
> > (que fabricou 90% das urnas brasileiras) utilizadas no EUA e no Canada. 
> > E o resultado foi o mesmo nos dois testes. É besteira que as urnas-e 
> > brasileiras são invulneráveis.
> > 
> > A Justiça Eleitoral paraguaia (TSJE) se esquiva como pode desta nova 
> > prova da vulnerabilidade das urnas brasileiras que utiliza mas, como no 
> > Brasil, se nega fazer um teste similar com permissão oficial. Alegou que 
> > a urna apresentada no video deveria ser uma das 18 que desapareceram em 
> > 2005. Mas o programa de computador que estava na urna testada é, sem 
> > dúvida, o mesmo que foi utlizado nas eleições internas oficiais do 
> > Partido Colorado, em fevereiro de 2006 e foi adulterado para desviar os 
> > metade dos votos da chapa (lista) 8 para a chapa 2.
> > 
> > Curiosamente, o TSJE só abriu inquerito para apurar o desaparecimento 
> > destas urnas em 23 de maio de 2006, dias depois de ter surgido um 
> > primeiro video similar a este que foi parar na TV. Isto mostra que o 
> > TSJE paraguaio tem a mesma prática do TSE brasileiro, revelada na 
> > recente reportagem de 04/06/2006 do jornal A Tarde de Salvador, de 
> > esconder até onde for possível da imprensa e dos eleitores as quebras de 
> > segurança de seu sistema eletrônico, para manter a aura de inviolabilidade.
> > 
> > Se for verdade que a urna apresentada no video desapareceu em 2005, 
> > então há duas quebras de segurança, pois também uma cópia do flash de 
> > carga das urnas de 2006 tem que ter vazado.
> > 
> > E fica mais uma vez comprovado o que sempre se repete no Fórum do 
> > Voto-E: é impossivel se dar ganratias reais em urnas eletrônicas que não 
> > materializam o voto para futura recontagem.
> > 
> > Peço aos colegas do Voto-E , principalmente os do Paranã, que procurem 
> > meios de obter cópia deste video para que possamos analisá-lo 
> > completamente.
> > 
> > Eu escrevi para o Jornal TeleDiario da Telefuturo mas não sei se 
> > receberei alguma resposta
> > 
> > email:     [EMAIL PROTECTED] página: 
> > http://www.telefuturo.com.py/Programa.asp?Id=14
> > 
> > [ ]s
> >  Amilcar Brunazo Filho
> >  www.votoseguro.org
> > 
> >  EU SEI EM QUEM VOTEI.
> >  ELES TAMBÉM.
> >  MAS SÓ ELES SABEM QUEM RECEBEU O MEU VOTO.
> > 
> > 
> > ------------------------------------------------------------------------
> > 
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista: 
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista: 
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a