Marcelo,
 
Existem questões entre o céu e terra relativo a esta história da Câmara que a vã filosofia não pode ainda dar conta, ou seja nada é simples.Nós que formamos o GT-CD tivemos acessos a grande parte desta dificuldades, mormente eu por conhecer bem as injunções da Câmara e Senado.A cabeça do Luís Eira esteve a prêmio algumas vezes, sobretudo em 3,por um triz 
não perdeu o cargo e a condição de seguir firme na sua
 posição. Deu um trabalhão.
Vcs viram quais deputados botar a cara de fóra neste caso??
Nem os tradicionais defensores do SL.
Houve um encontro entre Aldo e a atual FRENSOFT sem a SERYS e que nada modificou.
porque os parlamentares que lá foram não têm densidade.
As últimas negociações com a MS foram magistrais,Luís foi duríssimo, fez vir pra mesa de conversa, somente as cabeças coroadas da MS e não aceitou pagar mais por um conjunto serviços, impôs necessidades de atualizações sem pagamentos por ela, deu prazos para a MS se colocar diante da nessecidade do CENIN e abriu assim nova forma de se negociar com
uma MS da vida. É claro que ela sentiu o golpe e não quis.
O que a TI governo colocou é muito pouco do que, de fato, ocorre, pois tem elementos estratégicos q não entram na matéria e todo um etc.
Quero lembrar a todos de que estamos entrando em fase vigorosa de processo eleitoral, tudo o que se fizer agora tem de ser muito cuidadoso e especial, porque ninguem vai estar engajado em nada que não renda votos imediato. Fazer qualquer campanha AGORA, de repente, pode ser muito frustrante. Eis algo que precisa de ser, altamente, interessante para este instante.
Vcs não podem imaginar o qt o CENIN é preparado e raçudo. Levarei ao Luís as sugestões que vc fez aqui, no momento é o q há de mais adequado. Levar sugestões ao CENIN, ao Diretor Geral, ao Aldo. Tem muito trabalho básico em andamento e avançado, idem.
Eu que acompanho, de perto,este assunto, acho que ano q vem a Câmara se comprar MS vai ser algo irrizório ou nem vai.Esta é uma impressão minha pelo andar da carruagem e pelas minhas observações e o que sei e tb deduzo.
O Cenin já colocou em mais de 8 mil máquinas o BROffice, entre outras coisas q já fez e fará sozinho ou em conjunto com outros possíveis parceiros.
Repito-lhes: O CENIN é muito melhor do que se sabe, pois não se faz propaganda.Ele é muito mais SL do quem se diz SL em termos de governo no executivo.
O próprio Parlamento Livre qd estiver operacional fará, por si só, campanhas em proda denl do SL e com impactação direta no sistema interno do Congresso Nacional. Ele está atrazado, mas ainda dentro dos prazos, incluindo das relações com o Interlegis e a própria Câmara.Ambos, são casas políticas e têm ´lá os tempos delas, modus operandi e cacoetes ou rituais próprios.
Continuo achando que dever-se-ia procurar os candidatos marjoritários e deles conseguir apoios para o SL em seus governos, caso sejam eleitos.Já falei com Cristóvam.
Abs,
Ada
 
 
 
On 6/28/06, Marcelo D'Elia Branco <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
Oi Olival, August o Campos e demaisl
¿Será que nenhum deputado pode aproveitar esta decisao e dar outro
sentido aos argumentos e reverter as compras do MS Office?
ado
É que tem uma novidade importante: agora o formato ODF - fouasrmato doas
OpenDocument-  é estandar internacional.(ISO/IEC 26300)

http://softwarelivre.sapo.pt/2006/05/03/opendoc_iso_standard/

Os formatos de arquivos do Office da MS estao fora do padrao ISO.
Portanto alguns governos como Dinamarca, Bélgica,
Extremadura...etc...estao determinando que a troca de documentos
internos e com o público em geral devem seguir padroes os
internacionais.
Claro estabelecendo um prazo para a migraçao dos documentos antigos, mas
estabelecendo desde já o cumprimento desta norma internacional.
O OpenOffice (BRoficce) já segue estes padroes ISO.

¿Como poderia o parlamento brasileiro desrespeitar uma norma
internacional na hora da compra?

Mais ainda, creio que cabe ao parlamento legislar sobre a aplicaçao
desta norma em toda máquina pública.

Usar Office da MS em governos e no parlamento é ir contra os padroes
internacionais.

Poderiamos fazer uma campanha pública no Brasil direcionada para
parlamentos e governos (nacional, estadual e municipal) neste sentido.

Augusto o que tu achas do br-linux.org encabeçar mais esta campanha?

abraços

Marcelo

Em Ter, 2006-06-27 às 18:11 -0300, Olival Gomes Barboza Junior escreveu:
> "A Câmara dos Deputados cancelou o projeto de compra de licenças
> da Microsoft, que faria neste ano. De acordo com o diretor de TI da
> instituição, Luis Antônio Eira, o assunto só voltará a ser analisado
> no próximo ano, quando deve entrar no mercado uma nova versão do MS
> Office. Segundo Eira, se a Câmara comprasse agora as licenças
> estaria adquirindo um produto que ficaria desatualizado rapidamente,
> já que a Microsoft anunciou o lançamento da nova versão para o próximo
> ano. A Câmara tentou negociar um contrato que lhe garantisse acesso à
> nova versão, mas o preço pedido pela Microsoft ficou muito acima do
> que a instituição estava disposta a pagar. "Queríamos um
> preço compatível com a realidade orçamentária da Câmara", comenta o
> diretor da Câmara. Segundo ele, a Microsoft aceitou reduzir o preço
> das licenças, mas não negociou o valor da atualização. "Vamos esperar
> a próxima versão", informa. Em 2007, comenta, a Câmara vai avaliar
> se ainda será vantajoso adquirir as licenças. Até lá é possível que as
> soluções em software livre tenham evoluído e a
> Câmara não precise mais das licenças da Microsoft. Neste ano, a
> Câmara fará licitação para compra de licenças apenas para banco de
> dados, sistema operacional e alguns outros sistemas "
>
>
> Fonte: Ti & Governo, ed. de 27/06/2006




_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a