Uma pergunta: quem paga a estada e etc dos participantes "estrangeiros" ?

Marcus Vinicius.

-----Mensagem original-----
De: [EMAIL PROTECTED]
[mailto:[EMAIL PROTECTED] nome de
[EMAIL PROTECTED]
Enviada em: quarta-feira, 28 de junho de 2006 17:05
Para: psl-brasil@listas.softwarelivre.org
Assunto: Digest PSL-Brasil, volume 20, assunto 101


enviar inscrições da lista de discussão Send PSL-Brasil para
        psl-brasil@listas.softwarelivre.org

Para se cadastrar ou descadastrar via WWW, visite o endereço
        http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
ou, via email, envie uma mensagem com a palavra 'help' no assunto ou
corpo da mensagem para
        [EMAIL PROTECTED]

Você poderá entrar em contato com a pessoa que gerencia a lista pelo
endereço
        [EMAIL PROTECTED]

Quando responder, por favor edite sua linha Assunto assim ela será
mais específica que "Re: Contents of PSL-Brasil digest..."


Tópicos de Hoje:

   1. Câmara convida para seminário sobre formatos de documentos
      digitais textuais (Ada Lemos)
   2. [Fwd: Vídeo: Fraudes nas urnas-e par aguaias] (Pedro A.D.Rezende)


----------------------------------------------------------------------

Message: 1
Date: Wed, 28 Jun 2006 16:36:21 -0300
From: "Ada Lemos" <[EMAIL PROTECTED]>
Subject: [PSL-Brasil] Câmara convida para seminário sobre formatos de
        documentos digitais textuais
To: "Projeto Software Livre BRASIL"
        <psl-brasil@listas.softwarelivre.org>,  "Projeto Software Livre
        Distrito Federal" <[EMAIL PROTECTED]>
Cc: Marcelo D'Elia Branco <[EMAIL PROTECTED]>
Message-ID:
        <[EMAIL PROTECTED]>
Content-Type: text/plain; charset="windows-1252"

Passo-lhes de conformidade com o CENIN a seguinte programação,
lembrando-lhes como disse em outro e-mail como o CENIN está avançado em
vários trabalhos, como este.
Apareçam para reforçar a nossa posição e pra conhecer a posição dos demais.
O nosso Roberto Salomon será a estrela do seminário,segundo palavras exatas
da direção do CENIN.
Abs,
Ada.

   Seminário: Formatos de Documentos Digitais Textuais



*Data*

6/Jul/2006 (quinta-feira)

*Local*

Auditório Nereu Ramos – Anexo II, Câmara dos Deputados

*Horário*

09h00 - 17h00


Promoção

Câmara dos Deputados

Centro de Informática – Cenin e Centro de Documentação e Informação - Cedi


Apresentação

O *Seminário sobre Formatos de Documentos Digitais Textuais* é um evento
promovido pela Câmara dos Deputados para propiciar uma discussão com a
sociedade de questões que auxiliem na definição dos padrões a serem adotados
pela Casa para criação, disseminação[1] e preservação de documentos digitais
em formato predominantemente textuais, como os gerados por editores de texto
e planilhas eletrônicas.



O trabalho das Casas Legislativas está fortemente baseado em informações
produzidas em formato textual. A automação do processo legislativo implica
na utilização de sistemas que gerenciem documentos textuais digitais em
ambiente de escritório, garantindo sua autenticidade, acessibilidade e
preservação a longo prazo, já que representam patrimônio cultural e fonte de
pesquisa histórica. As atividades administrativas são, em sua maior parte,
desenvolvidas por meio da chamada "correspondência oficial", também
registrada em documentos textuais digitais. A ampla  utilização de
documentos digitais colabora de forma decisiva para o aumento da
Transparência e contribui para o controle social sobre os atos da
Administração.



A formalização de padrões de formatos para documentos digitais textuais é,
como parte de ações de gerenciamento das informações, um dos requisitos para
a excelência na Gestão Pública.



Na primeira parte do Seminário serão realizadas palestras que
contextualizarão o tema e apresentarão uma visão panorâmica da realidade
atual e os desafios futuros, ressaltando a importância de se definir padrões
para formatos de documentos digitais no âmbito das organizações públicas e
privadas. Também serão apresentadas iniciativas de definição de formatos
abertos, baseados em XML, para documentos legislativos.



A segunda parte consistirá de um painel que terá a participação de
importantes desenvolvedores de soluções tecnológicas. Os formatos mais
utilizados atualmente serão analisados sob as dimensões tecnológicas,
ergonômicas (usabilidade) bem como a aderência a normas e padrões
brasileiros e internacionais. Em seguida às apresentações, haverá um debate
aberto entre os painelistas e os presentes.


Objetivo

O Seminário tem como objetivo principal promover um debate aberto com a
sociedade para subsidiar a definição de políticas e padrões e normas de
utilização de ferramentas e formatos de documentos digitais textuais na
Câmara dos Deputados.
Público Alvo

O Seminário se destina a formuladores de políticas públicas relacionados ao
tema, grupos de padronização, gestores de informação, gestores de
informática, bibliotecários, arquivistas, analistas de sistemas e também
fabricantes e desenvolvedores de soluções de automação de escritório.


Inscrições

As inscrições são gratuitas e realizadas no Portal da Câmara dos Deputados (
www.camara.gov.br).


*
* Seminário: Formatos de Documentos Digitais Textuais Programação

09h00 – 09h50

Abertura Solene



10h00 – 10h50

Palestra de abertura

Contextualização e perspectivas para o futuro

*Waldir Arevolo* – Diretor de Pesquisa, Brasil – High Performance Workplace
- Gartner Group

11h00 – 11h50

Palestra

Projeto Lexml Brasil

*João Lima* - Senado Federal

12h00 – 14h00

Intervalo



14h00 – 16h00

Painel sobre formatos de documentos digitais para ambiente de escritório

Abertura

*Luiz Antônio Souza da Eira* – Diretor do Centro de Informática – Câmara dos
Deputados



*Roberto Salomon* - um dos coordenadores do Projeto OpenOffice.org no Brasil

*Cezar Taurion* - Gerente de Novas Tecnologias Aplicadas – IBM Brasil



*Alan Yates - *Gerente Geral para Estratégia e Padrões de Documentos -
Microsoft Corporation

*Fernando Gebara Filho - *Arquiteto de Produto - Microsoft Brasil



*Diana Helander* - Gerente Mundial do Grupo de Padronização da Adobe Systems

*Fernando Gonçalves* - Engenheiro de aplicações – Adobe Systems Brasil



16h00 – 16h30

Debates

Apresentadores e participantes do Seminário



16h30 – 17h00

Encerramento

Lançamento do Fórum



------------------------------

[1] Inclui questões relativas à acessibilidade.
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL:
http://listas.softwarelivre.org/pipermail/psl-brasil/attachments/20060628/dc
4c93ca/attachment.html

------------------------------

Message: 2
Date: Wed, 28 Jun 2006 17:02:06 -0300
From: "Pedro A.D.Rezende" <[EMAIL PROTECTED]>
Subject: [PSL-Brasil] [Fwd: Vídeo: Fraudes nas urnas-e par aguaias]
To: Projeto Software Livre BRASIL
        <psl-brasil@listas.softwarelivre.org>
Message-ID: <[EMAIL PROTECTED]>
Content-Type: text/plain; charset=iso-8859-1; format=flowed

Para quem esteve aqui pedindo mais informação sobre o assunto...

-------- Mensagem original --------
Assunto:  Vídeo: Fraudes nas urnas-e par aguaias
Data: Wed, 28 Jun 2006 06:29:51 -0300
De: Amilcar Brunazo Filho <[EMAIL PROTECTED]>
Responder a: Amilcar Brunazo Filho <[EMAIL PROTECTED]>


Explicando alguma afirmações na página de comentários sobre o
teste do Paraguai em:
  http://www.votoseguro.org/textos/penetracao2.htm

1) Sobre a quebra do verificação de integridade:

As urnas modelo 96, utilizadas no Paraguai, tem o sistema operacional
VirtuOS com o seu programa autoexec.bat (setup.bat, na verdade) que controla
toda a verificação de integridade.
Num artigo do Pedro Rezende de 2004 ele já havia denunciado que era possivel
quebrar a verificação de integridade pela simples edição deste arquivo
setup.bat.

Vejam logo no início do vídeo que entram as telas normais dos programas de
votação que informam estarem sendo feitas as verificações de integridade (do
sistema, da FI, etc), mas nenhuma adulteração foi detectada e o programa
continuou como se tudo estivesse normal, sugerindo que foi feita a quebra
nos moldes que o Prof Rezende previu.

2) sobre a modalidade de teste (CAPACITACION)

No Brasil, as urnas podem funcionar em modalidade de teste que são feitos
obrigatoriamente em pelo menos uma urna em cada zona eleitoral.

As características desta modalidade de funcionamento das urnas é que:
a) não respeita o bloqueio de data e hora, podendo-se iniciar a encerrar a
votação a qualquer momento;
b) na zerésima e no BU final aparece escrito, logo em cima de seu cabeçalho,
que o programa está sob teste (VPREPOS)

Reparem que entre o inicio da votação e o final no video paraguaio, correm
apenas 30 minutos sem nenhuma restrição de horário, o que significa que o
programa de votação estava em modalidade de teste. (para colocar o programa
em modalidade de teste também basta apenas fazer pequenas alterações no
arquivo setup.bat)
Reparem também que no BU (acta de escrutínio) da para ler a palavra
CAPACITACION logo no seu início.

Isto tudo significa que, no video paraguaio, as modificações no software
foram desenvolvidas não para fraudar uma eleição e sim para demonstrar que é
possivel se modificar os programas das urnas para fraudar uma eleição.

3) sobre a troca de teclas.

No video é possivel ver que cada eleitor votava para seis cargos. Os votos
dados por eleitores pares à chapa 8 eram trocados pela chapa 2 quando o
eleitor confirmava o voto.

Para se fazer isto não é necessário nem mesmo mexer no programa de votação.
Este fica intacto. Apenas se instala um programa de controle de teclado, que
têm sido chamados de sniffers, que substitui seletivamente as teclas digitas
pelo eleitor.
Assim, se o segundo CONFIRMA (que completa o voto) for substituido pelo
CANCELA e em seguida foram introduzidas as teclas com o voto ao outro
candidato, o programa de votação (que está inalterado) irá computar o voto
ao outro candidato e não ao que o eleitor digitou.
Tudo indica que foi esta a técnica utilizada pelos paraguaios que fizeram o
vídeo.

A possibilidade deste tipo de ataque por controle do ambiente (teclado e
vídeo), sem adulterar o programa de votação, também tinha sido previsto em
artigo escrito por mim e pelo Marcio Teixeira em 2001. Ver o artigo em:
   http://www.brunazo.eng.br/voto-e/textos/reflexoes.htm

obs.: não coloquei esta referência ao artigo que escrevi com o Márcio nos
comentários sobre o vídeo do Paraguai.

[ ]s
   Amilcar Brunazo Filho



--
-------------------------------------------
prof. Pedro Antonio Dourado de Rezende /\
Computacao - Universidade de Brasilia /. \
tcp: Libertas quae digitos desiderat /____\
http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/sd.htm
-------------------------------------------


------------------------------

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil


Fim da Digest PSL-Brasil, volume 20, assunto 101
************************************************

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a