Felipe Augusto van de Wiel (faw) wrote:
        O Debian *prima* pela liberdade, está no Contrato Social do
Projeto que todos os desenvolvedores Debian concordam em honrar. Sim,
o non-free existe e fica na estrutura do Debian mas ele *não* é parte
oficial do Debian.


O Debian prima pela liberdade, mas entende a necessidade dos seus usuários, então mantém o repositório non-free com pacotes de software não livres.

Isto quer dizer que o Debian coloca os usuários acima da liberdade, então primar não é bem o termo. O Debian aprecia a liberdade, mas usuário satisfeito é o mais importante.

        "Investir recursos" deve ser colocado em perspectiva aqui,
antes que alguém pense que o Projeto Debian gasta financeiramente
com isso ou que é um esforço sobre-humano manter a non-free.

O Debian não gasta muito, se considerar que o projeto tem mais dinheiro que poderá gastar nos próximos anos. Mas sim, gasta recursos armazenando os pacotes, recursos que às vezes são escassos a outros projetos de Software Livre, e eu acho isso lamentável.

Eu acho meio sem noção o Projeto Debian dizer "eu tenho a non-free, nossos desenvolvedores mantém isso, mas não é oficial". A non-free é parte do Debian como projeto.

        Além disso, já houve casos de software sob a GNU/GPL na
non-free, pelo simples fato do detentor do copyright adicionar
uma cláusula não compatível com a DFSG, como dizer que uma
determinada ferramenta não pode ser usada para mandar SPAM.

Uma cláusula que impede o envio de spams, mesmo que seja um adendo da GPL, faz com que a liberdade número zero não seja possível, tornando o software não livre.

Meus dois centavos...
nanda-

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a