Olival Gomes Barboza Júnior wrote:
On 7/13/06, *Mauricio M. Maia* <[EMAIL PROTECTED] <mailto:[EMAIL PROTECTED]>> wrote:

    acesso a informações legislativas"[1], fiquei contente mas já imaginava
    que não seria como eu queria.


Pois é... Tantas coisas na vida são assim meio diferentes do q a gente quer . . . :-)

Incluindo nunca ouvir críticas, né? :)

Se eu fiquei contente é porque gostei do que foi feito, não vejo problemas em fazer algumas críticas.


    No site da câmara[2] confirmei. Para ter acesso ao web services eu tenho
que fazer um ofício? Tenho que ser entidade? Tenho fornercer meu IP?

Vc tentou enviar um e-mail no link logo abaixo perguntando isso? Sim, o IP deve ser fornecido pq foi o meio q encontraram agora de filtrar quem tem acesso ou não. Ora, p q não abrir pra galera logo? Leia mais abaixo . . .

Certo, vou enviar as sugestões para lá, incluindo os procedimentos para que não haja uso abusivo sem que seja necessária a identificação por IP.


    Isso é web?! Não dá para fazer uma API *aberta* onde eu faça um cadastro
    online, receba uma chave de autenticação e pronto? Claro, seguindo um
    termo de compromisso.


Vc leu o documento com a descrição da API na mesma página q vc indicou? A API SOAP está lá. Qto ao procedimento q vc citou, q tal sugeri-lo no link "fale conosco" na mesma página q vc visitou? Eu não sei a razão, mas sabendo como funcionam as coisas por aqui, eu acho q provavelmente há mais coisas entre o céu e as assessorias jurídicas do q sonha São iGNUcius . . . ;-)


Sim, eu li a especificação, mas não adiantou nada porque eu não posso usá-la.


    A câmara tem medo que façamos algo como o govtrack[3]? O mesmo para
todos outros serviços governamentais como TSE e até IBGE.

Não estou envolvido com o projeto em questão, portanto nem sei exatamente como está sendo conduzido o projeto, mas posso dizer, a partir do q sei, q a Câmara *não* tem a infra de um Google ou Flickr para simplesmente abrir sua API de webservices pra galera e adicionar poder de processamento qdo for preciso.


Google, Yahoo e todos outros nunca pediram meu IP, mas têm controle sobre meu uso por autenticação.

A questão de processamento é relativa: servir XML é muito menos custoso que servir HTML+CSS+JS; quem pegar os dados por XML não precisará ficar acessando o site; se outro site disponibilizar as informações, o tráfego pode ser diluído.


 Por incrível q pareça, o
orçamento de TI da Câmara é uma sombra do q é, por exemplo, o do Prodasen (q atende ao Senado) ou o do Serpro (q atende a quase todo o Poder Executivo).


Imagino o problema de orçamento, assim como a falta de pessoal para implementar (já trabalhei em instituição pública).


 Onde é mesmo q eu me inscrevo para obter acesso aos
webservices do Senado, do Ministério da Fazenda, do Banco Central, etc?


Boa pergunta, e o TSE, IBGE, Correios, etc?! Estou integrando diferentes dados do IBGE (quantas planilhas XLS) e dos Correios na mão só para montar uma API de exemplo.



    Acho que vou criar o Projeto APIs Abertas Brasil! :D


Poxa, legal! Agora se vc quiser realmente fazer algo, q tal:

1º) Enviar todas as suas sugestões (e sanar suas dúvidas) à Câmara pelos canais indicados explicitamente na própria página q vc indicou e deixar pra descascar qdo obtiver suas respostas (ou descascar por não obtê-las).

2º) Aproveitar para usar o exemplo da Câmara para cobrar algo semelhante do Senado, da Presidência da República, do Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão, do Ministério da Fazenda, da Secretaria da Receita Federal (q mal deixa vc saber a qtas anda sua declaração de imposto de renda sem o uso de certificados da **questionada** ICP-Brasil), etc.

Já dizia Kevin Smith em Clerks II: "com nenhum poder, vem nenhuma responsabilidade . . .". Tivesse a Câmara dos Deputados ficado quieta, ninguém estaria questionando. Mas, se faz um movimento em direção a uma transparência maior, ela é questionada pelo q deixou de fora, enquanto aqueles q não fazem nada não são sequer citados . . .

Citei TSE e IBGE. E a idéia é justamente agregar conteúdo de várias fontes diferentes. Se um fizer direito, a gente pode chegar nos outros e falar, por que vocês não fazem igual?

Agora, se um faz e não dá certo, os outros vão ser mais arredios. São como as migrações de SL mal feitas...


[ ]s,

Olival Jr.

Abraços,

Maurício.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a