Em Terça 18 Julho 2006 19:14, [EMAIL PROTECTED] escreveu:
> Preparem-se para o FUD da Anvisa. Tá com cara de MS essa resposta!!
>
> Resposta do pregoeiro em relação à impugnação 2:
>
> A ANVISA, desde a sua criação, vem utilizando produtos Microsoft,
> sendo que nesse período, profissionais e usuários foram capacitados
> nas tecnologias Microsoft, aplicações foram desenvolvidas e processos
> foram definidos (suporte técnico, instalação, customização,
> configuração e manutenção) o que representa hoje um menor custo total
> de propriedade, justificando a padronização dos sistemas, de modo a
> manter e garantir a uniformidade e continuidade da plataforma
> implementada, bem como os investimentos já efetuados.
> Considerando que o uso de produtos Microsoft já se faz há longa data,
> há sim, com fulcro no art. 15, Inciso I da Lei nº. 8.666/93,
> justificativa legal para manutenção da padronização de modo a permitir
> a continuidade dos trabalhos regulares deste Órgão sem maiores riscos
> de inoperância por possíveis problemas técnicos decorrentes de
> modificação dos sistemas então existentes. Nesse sentido, a ANVISA
> segue adequadamente as orientações do Tribunal de Contas da União no
> Acórdão nº. 1521/2003 como referenciado pelo Impugnante.

A Primeira Lei do "coça-saquismo": O cara é preparado para isso e 
só pode fazer isso, não deve desprender nenhum esforço para aprender novas
tecnologias e também não pode ser trocado por quem as conhece.

> Vale repetir que a ANVISA possui estações de trabalho e servidores de
> rede que utilizam os sistemas operacionais e softwares aplicativos da
> Microsoft, existindo a necessidade da continuidade de utilização
> destes softwares até que as soluções, com software livre e gratuito,
> se tornem maduras o suficiente, no âmbito da ANVISA, para uso
> corporativo.

A segunda Lei do "coça-saquismo": Para que mudar algo que está atendendo,
mesmo que sejam melhores? Isso só iria gerar trabalho, o que se deve evitar
ao máximo.

Mais uma vez se apoiam na idéia que SL é menos maduro que M$. Mas me digam, 
o que dentro da ANVISA se usa que não tenha equivalente SL? Programas do 
governo? Enquanto isso temos aí sistemas como Insigne, Libertas e Ekaaty
mostrando que SL pode ser usado sim no nosso dia-a-dia. Só não vê quem não 
quer.

> Importante ressaltar que a análise de investimento em software não
> deve se ater somente ao custo de aquisição de licenças, uma vez que há
> uma série de outros elementos e, portanto, custos correlacionados, que
> devem ser levados em consideração para que se estabeleça a equação
> adequada entre os efeitos desejados, o custo e o benefício a ser
> atingido com relação à determinada solução computacional.

Vai me dizer que o profissional de SL custa mais caro que o profissional
certificado M$? Queria ver um desses técnicos vivendo um mês a ralação 
que passo aqui para conseguir somente o sustento da minha família...
E que outros elementos poderia ele estar falando?

>  Além das argumentações acima, outros elementos intangíveis estão
> associados ao processo de decisão pela padronização, tais como os
> citados na notícia abaixo: "Câmara compra Office por reclamações de
> deputados Quinta-feira, 22 de dezembro de 2005 - 11h20 SÃO PAULO – A
> Câmara dos Deputados anunciou a compra de 7.587 licenças do Microsoft
> Office, depois de reclamações dos deputados contra o pacote de
> escritórios de código aberto OpenOffice. Os parlamentares e demais
> funcionários da casa vêm usando o software livre há dois anos,
> seguindo determinação do Governo Federal, que incentiva o uso desse
> tipo de programa.

Fodam-se esses deputados. Os computadores são do estado e não deles. Se 
quisessem usar outra suite office que comprasse com o próprio dinheiro e
instalasse em seus computadores. Imagine eu chegar no meu emprego e dizer
ao meu chefe que eu não vou usar um micro com Openoffice.org... ele de boa
ia virar para mim e dizer: "Rapaz, então vamos comprar uma licença do M$ 
Office para você!"???

> Apesar de isso ter representado uma economia grande com licenças, o
> pessoal da Câmara tem apontado problemas na troca de documentos com
> outros órgãos, além de exigir um investimento maior em treinamento.

Essa desculpa não cola mais agora que a M$ vai disponibilizar filtros
para abrir e salvar no ODF.


-- 
==============================================
If you are not 'root', you are nothing!
8<--------------------------------------------
Christian Tosta
http://www.ekaaty.com.br/wiki/ChristianTosta
ICQ: 23229858
==============================================
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a