On 7/22/06, Ricardo L. A. Banffy <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
Voltando à análise de custo/benefício, quanto custaria fazer direito
(suportar, digamos, IE em Windows, FF em Windows, Linux e MacOS, Safari
em MacOS e Konqueror em Linux)? Quais versões de browser teriam que ser
testadas em quais OSs? Quantos clientes a mais o banco vai ter com isso?

Não se trata de fazer a coisa certa ou a coisa bonita: se trata de pagar
contas e ter lucro. O Bradesco, embora bem rico, continua sendo uma
empresa que visa lucro.

Eu não tenho dúvida de que, quando houver demanda expressiva por
alternativas de browser para o internet-banking empresarial deles, eles
vão fazer.

Mas o fato de não fazerem, mais do que má vontade, é sinal de que essa
demanda ainda pode ser ignorada sem maiores prejuízos.

Sempre me pareceu que o software livre veio botar um basta justamente a situações como essa; o mercado não deve ser tão importante. O mercado não deve regular nossas vidas, na medida em que nossa vida é pautada por algo inventado por quem participa do mercado (como sítios de bancos online). Por isso acredito que as empresas devem ser pressionadas e talvez até obrigadas, sim, a fazer a "coisa certa" ou a "coisa bonita", como os fabricantes de eletrodomésticos que são obrigados a ter compatibilidade com 110 e 220V.

Não podemos ficar somente dependentes do mercado. A tal "Mão Invisível" é um mecanismo falho, incompleto e por vezes tem o efeito contrário do bem-estar social. Acesso das minorias a serviços e bem é um dos fundamentos mais elementares da democracia.

[]s,

Patola

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a