Alguma coisa eles vendem todo ano. Isso é um número. Se pararem de cobrar, é esse número que eles consideram como perda. Faz algum sentido, se você se esforçar.

E a propósito, eu estou fazendo o papel de advogado do diabo aqui. Eu sou bem contra uma estatal compilar dados (pagos, a rigor com meus impostos) e querer vendê-los (duas vezes) pra mim. Se é conhecimento gerado pelos impostos que eu paguei, é meu também.


Pedro A.D.Rezende wrote:
A rigor, o que não se consegue ganhar não deve ser considerado perda. Pode ser má projeção de receita, wishful thinking (se a cobrança fosse feita, quantos desses aceitariam pagar se houver alterantiva?)
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a