A questão aqui é: quem é o proprietário da relação de CEPs? Não é o povo brasileiro? Precisa pagar por isso, ainda mais? Como se destacou, realmente, já se paga muito imposto, e paga-se pelos serviços do Correio toda a vez que se utiliza deles.

Mas no caso aqui, não se proíbe o uso da informação CEPs. O que não se permite, é o acesso e reditribuição de um trabalho compilado pelos Correios. Já vi bastante software incluir o recurso de pesquisa de endereço por CEP, e não me lembro de ter visto alguma menção ao fato da relação de CEPs ser de propriedade do Correio, e não poder ser usado...

Em 11/08/06, Ricardo L. A. Banffy <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
Pablo Sánchez wrote:

> 2 - Não fornecer os fontes

Erm... Fontes do que? Um arquivo em formato CSV? Do programa de acesso?

>     Concordo com o Olival: Livre? Grátis, eu entendi, mas livre? quer
>     dizer, cada um vai, modifica seu CEP, repassa ele para os amigos e
>     nunca mais recebe correspondência? Se for apenas livre de acesso à
>     informação, você pode ir a qualquer agência e consultar a versão
>     impressa lá. Ela não é para vc levar para casa, pois é patrimônio
>     governamental. Essa versão impressa da agência, fica lá, como
>     serviço de utilidade pública.

livre aqui quer dizer que não exista restrição a como você vai sar a
informação - se vai usá-la em casa, se vai republicá-la, se vai usá-la
para direcionar bombas... Não importa.

>     O cabecinha, o cabecinha... vc quer grátis, vc não quer livre.
>     Porque se soubesse o que é liberdade, veria que o acesso  à
>     informação é livre. Entre numa agência e veja a informação. Entre no
>     site, e veja a informação. Pagou por isso? Não. Isso me cheira mais
>     a queixa de quem quer distribuir uma aplicação  com recurso de busca
>     de endereço por CEP, mas não quer gastar dinheiro.

Puxa... Já gastamos com impostos. E, se os correios simplesmente derem
os dados mas, na licença deles, impedir você de usá-los em um programa
com busca de endereços, livre ele não é.

Uma forma simples dos correios resolverem o seu (do Pablo) dilema é a
licença dupla - você quer fazer algo proprietário, pague a licença
proprietária, se quiser fazer algo livre, pode usar.


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a